Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 1 de Dezembro de 2021

Política

Depois de expor propostas ao PDT, Nelsinho Trad flerta com PTdoB

Por enquanto, Delcídio ainda não sinalizou para um entendimento com o PTdoB, conforme garantiu o presidente da executiva regional, Morivaldo Firmino de Oliveira.

Willams Araújo

01 de Outubro de 2013 - 16:31

Depois de expor suas propostas para o comando regional do PDT, na semana passada, o pré-candidato do PMDB ao governo de Mato Grosso do Sul, Nelsinho Trad, convidou o PTdoB  para aderir ao seu projeto em 2014.

O peso eleitoral do PTdoB, que é dono de uma bancada forte na Assembleia Legislativa, composta pelos deputados Márcio Fernandes, Mara Caseiro e Osvane Ramos, está sendo disputado por outros grupos políticos.

Além de Nelsinho, o cenário político que se desenha envolve a participação do senador Delcídio do Amaral (PT) e o deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB), que apesar de estar sendo lembrado para concorrer ao Senado , pode disputar o governo dependendo das circunstâncias e das articulações futuras.

Por enquanto, Delcídio ainda não sinalizou para um entendimento com o PTdoB, conforme garantiu o  presidente da executiva regional, Morivaldo Firmino de Oliveira.

“Ainda não está nada definido, até porque o PTdoB está aberto ao diálogo com outros partidos”, garantiu Morivaldo, ao sinalizar que pode ouvir as propostas de Delcídio e de outros eventuais candidatos até a data da convenção que homologará as candidaturas oficiais.

Em reunião com as lideranças, Nelsinho garantiu espaço ao PTdoB em sua eventual administração, com o objetivo de fechar o apoio do partido para seu projeto eleitoral em 2014.

Ex-prefeito de Campo Grande e atual secretário Extraordinário de Articulação, de Desenvolvimento Regional e dos Municípios, Nelsinho sinalizou que a sigla é peça importante em seus planos de chegar ao Parque dos Poderes. Isso porque a representatividade do PTdoB foi ampliada a partir da eleição de três vereadores somente em Campo Grande, além de três representantes na Assembleia nas últimas eleições.

Apesar de ter garantido que o PTdoB vai fazer parte de sua administração, caso saia vitorioso das urnas no ano que vem, Nelsinho não deixou claro o tamanho desse espaço, nem que secretarias seriam destinadas à legenda.

Na reunião, Mara revelou que a tendência natural do PTdoB é caminhar ao lado do PMDB nas eleições de 2014. No entanto, enfatizou que a legenda está aberta para ouvir as propostas de outros candidatos.

Ela lembrou que o partido cresceu muito nas duas últimas eleições, não é mais nanico e está consolidado em Mato Grosso do Sul. “Sei que a nossa legenda fará a diferença em 2014 em qualquer coligação em que estiver. Também temos quadros de competência para assumir postos no governo em qualquer segmento”, afirmou a parlamentar.

Em conversa com Nelsinho, Mara também destacou a importância da interlocução política entre o governo e os deputados, que estão nas bases e conseguem detectar as principais demandas regionais. “Cada deputado sabe as principais deficiências de suas regiões, e temos de ter essa abertura para colaborar”, colocou.

A deputada destacou a experiência política e administrativa de Nelsinho, que além de ter sido prefeito de Campo Grande por dois mandatos, foi vereador, presidente da Câmara e deputado estadual. “Aqui na Capital, ele tem serviços prestados para apresentar à população. No interior, ele representa a novidade”, avaliou.

Nelsinho considera que o PT do B é um partido “de médio para grande porte” e afirmou que é “extremamente importante a parceria” com essa legenda. Para ele, o PT do B pode colaborar no sentido de levar seu nome e suas propostas pelo interior de Mato Grosso do Sul. “Vou contar com braços deles para ir às cidades onde tenham representatividade”, apontou, referindo-se aos deputados estaduais da legenda.

Além de Mara, participaram da reunião Osvane Ramos e Márcio Fernandes, Morivaldo, os vereadores Eduardo Romero e Otávio Trad, entre outras lideranças. Embora não tenha participado do encontro, o vereador Flávio César também integra a bancada do partido na Câmara.