Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 22 de Fevereiro de 2024

Política

Deputado, Enelvo retoma papel de protagonismo político em Sidrolândia e tenta base para outras regiões

Enelvo Felini, retoma o protagonismo na política de Sidrolândia, que parecia ter perdido em setembro de 2013

Flávio Paes/Região News

19 de Novembro de 2017 - 20:48

Empossado na última quinta-feira deputado estadual, ocupando a vaga aberta com a renúncia de Flavio Kayatt (indicado conselheiro do TCE), literalmente Enelvo Felini ressurge das cinzas e tentará neste pouco mais de ano de mandato, ampliar sua base política e garantir sua eleição de 2018.

Enelvo, de qualquer forma, retoma o protagonismo na política de Sidrolândia, que parecia ter perdido em setembro de 2013, quando perdeu as funções de uma espécie de 1º ministro da administração do ex-prefeito Ari Basso.

Candidato a deputado em 2014, perdeu a disputa direta com seu adversário político histórico. Na cidade, Daltro Fiuza assegurou 31,19% dos votos válidos (6.978), obtendo 84,60% a mais que os 3.780 obtidos por Enelvo (17,33%). Com a votação que obteve no restante do Estado, assegurou 9.532 votos, suficiente para garantir a 2º suplência no PSDB.

Em 2014, com a eleição do deputado Ângelo Guerreiro para a Prefeitura de Três Lagoas, subiu um degrau, a 1º suplência. Há pelo menos um ano aguardava por sua ida para a Assembleia, projeto retardado pelo longo processo de maturação que resultou na escolha de Flavio Kayatt para o Tribunal de Contas.

Indicado presidente da Agraer, fez reconhecidamente um bom trabalho, aproveitou para ampliar o espaço político e já conta com apoio de vários prefeitos. Um deles é o de Camapuã, Delano Huber, que antecipa seu apoio à reeleição de Enelvo para Assembleia. “O Enelvo é o deputado de Camapuã”, afirma, mostrando confiança de que o novo parlamentar vai ajudar sua administração.

A posse de Enelvo atraiu muita gente, lideranças que lotaram o plenário da Assembleia. A vice-governadora Rose Modesto, representou o governador Reinaldo Azambuja. Provável candidata a deputada federal, ela deve fazer dobradinha com Enelvo na região sudoeste, ocupando o espaço que antes era do deputado federal Marcio Monteiro, nomeado conselheiro do Tribunal de Contas.

O prefeito Marcelo Ascoli, que foi candidato à vice na chapa de Enelvo em 2012,  que venceu a eleição para a Prefeitura de Sidrolândia, mas teve o registro impugnado pela Justiça Eleitoral, também mostra confiança no trabalho do novo deputado. Confira a reportagem sobre a posse do primeiro representante de Sidrolândia na Assembleia Legislativa.