Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 25 de Maio de 2022

Política

Deputado sugere mudanças no programa de bolsas para atletas em MS

Atualmente, o Bolsa Atleta Estadual é dividido em duas categorias, sendo que na categoria atleta estudantil o valor do benefício é de R$350

Campo Grande News

20 de Outubro de 2015 - 17:05

O deputado Márcio Fernandes (PT do B) apresentou durante sessão da Assembleia Legislativa desta terça-feira (20), indicação ao governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e ao presidente da Fundesporte (Fundação de Esporte de Mato Grosso do Sul), Marcelo Miranda, solicitando mudanças no programa de bolsas que beneficiam os atletas em Mato Grosso do Sul.

Segundo o deputado, as bolsas deveriam ser cumulativas, tendo em vista que existem diversos atletas que representam o Estado, até mesmo fora do Brasil, e não recebem benefícios estaduais, por já receberem algum outro benefício municipal ou federal.

“O valor que os atletas recebem não é o suficiente para suprir as despesas com passagens, alimentação, hospedagem, treinamentos entre outros gastos. Esses atletas precisam desse amparo financeiro, até mesmo para serem incentivados a seguirem carreira no esporte e destacar o nome do Mato Grosso do Sul no Brasil e no mundo”, diz

Atualmente, o Bolsa Atleta Estadual é dividido em duas categorias, sendo que na categoria atleta estudantil o valor do benefício é de R$350 e na categoria atleta nacional é de R$800. Já na esfera federal esses valores vão de R$370 a R$3.100 e se dividem em cinco categorias, são elas: Base, Estudantil, Nacional, Internacional e Olímpico/Paralímpico.

A judoca Layana Colman, ouro em 2014 nas Olimpíadas da Juventude, na China, e campeã brasileira sub-21 e sub-23 neste ano, lembra que os atletas de alto rendimento são os mais prejudicados pela lei que os impedem de receber o Bolsa Atleta Estadual. “É caro ser atleta de alto rendimento, os gastos são bem elevados”, explica a judoca.

“Fico contente com essa iniciativa do deputado que já é comprometido com o esporte. O Governo Federal permite que nós atletas possamos receber bolsa de outros órgãos desde que eles não sejam compatíveis. Espero que o governador seja sensível ao esporte e possa dar esse suporte aos atletas”, completa Layana Colman.