Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 8 de Março de 2021

Política

Deputados ligados a André anunciam em bloco que vão subir no palanque de Reinaldo Azambuja

Da futura bancada federal já se posicionou o deputado federal eleito Carlos Marun, um dos mais fieis seguidores do governador

Flávio Paes/Região News

08 de Outubro de 2014 - 13:40

Enquanto o governador André Puccinelli se declarou neutro na disputa estadual, todos os deputados eleitos que acompanham sua liderança política vão subir no palanque do tucano Reinaldo Azambuja, neste segundo turno. Os 10 deputados da bancada andrezistas entram em bloco na campanha de Reinaldo que já contava com o apoio declarado de Marquinhos Trad, que sempre adotou posição crítica em relação à Puccinelli.

Da futura bancada federal já se posicionou o deputado federal eleito Carlos Marun, um dos mais fieis seguidores do governador. Antes dele, na terça-feira, o deputado Geraldo Resende, já havia aderido ao tucano.  

“Era a tendência da maioria, então seguimos a maioria”, sintetizou o presidente regional do PMDB, Junior Mochi. Antes do anúncio do apoio a Reinaldo os deputados foram até a casa do governador, de onde saíram com a liberação para qualquer que fosse a decisão de apoio.

Além de Mochi, integram o grupo os peemedebistas Maurício Picarelli, Eduardo Rocha, os eleitos Antonieta Amorim e Renato Câmara. De outros partidos, estão no grupo andrezista Márcio Fernandes (PTdoB), Mara Caseiro (PTdoB), Lídio Lopes (PEN) e Barbosinha (PSB).

Reinaldo observou o apoio já de olho em eventual gestão no Executivo, caso vença as eleições. “A campanha foi difícil, o apoio da bancada é muito importante, ainda vai ter muita luta até o dia 26”, comentou ele, ao fim da reunião dos deputados, dizendo ser “importante a construção da governabilidade, que começa pelo apoio da bancada, porque ninguém governa sozinho”.