Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 9 de Dezembro de 2021

Política

Fábio Trad defende política de desenvolvimento para faixa de fronteira

A retomada das obras da MS-165 neste mês, paralisadas há três anos, também é indicado pelo parlamentar como ponto decisivo no desenvolvimento da faixa de fronteira.

Campo Grande News

30 de Setembro de 2013 - 10:54

O deputado federal Fábio Trad (PMDB/MS) defende a necessidade de uma política de desenvolvimento para municípios sul-mato-grossenses da faixa de fronteira entre Brasil e Paraguai. “A presença do Estado oferecendo os serviços públicos essenciais e fomentando o desenvolvimento é a resposta mais eficaz de combate ao tráfico de drogas, causa e origem dos índices de violência na região”, comenta.

O parlamentar já tem se comprometido em viabilizar emendas parlamentares, como foi o caso de Coronel Sapucaia que recebeu investimentos de R$ 450 mil para recapeamento da região central do município.

Uma comitiva composta pelos vereadores Roberto Pereira de Oliveira (PPS) e Claudia Maciel (PTB), junto com a chefe de gabinete da prefeita Nicéia Alves de Souza (PR), se reuniu com o deputado federal para convidá-lo para a inauguração da obra de recapeamento, além de reivindicar recursos para compra de equipamentos para o hospital municipal e pavimentação do Bairro Nhú Vera.

Segurança – Também na semana passada, acompanhado de representantes da ONG Mães da Fronteira, Fabio Trad foi recebido em audiência pelo presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves, do Senado, Renan Calheiros e o vice-presidente, Michel Temer, momento em que cobrou mais segurança pública na faixa de fronteira, com a implantação do programa Brasil Mais Seguro em Mato Grosso do Sul.

Rodovia – A retomada das obras da MS-165 neste mês, paralisadas há três anos, também é indicado pelo parlamentar como ponto decisivo no desenvolvimento da faixa de fronteira.

Denominada Rodovia Sul Fronteira, esta tem extensão de 338 quilômetros e interligará o Distrito de Sanga Putã, em Ponta Porã, ao município de Mundo Novo, no extremo sul do Estado pela linha internacional que separa Brasil e Paraguai.

Também devem ser beneficiados pela rodovia os municípios de Aral Moreira, Coronel Sapucaia, Paranhos, Sete Quedas e Mundo Novo. Por ora, apenas os 10 primeiros quilômetros estão prontos e mais 34 devem ser executados ainda na primeira etapa, chegando até o Distrito de Vila Marques, em Aral Moreira.