Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 30 de Novembro de 2021

Política

Governador alerta que União é culpada em caso de novo conflito em MS

Caso não haja uma resposta concreta até o dia 30 de novembro, a promessa é de encerramento das negociações e apelação aos organismos internacionais

Campo Grande News

03 de Outubro de 2013 - 13:16

O governador André Puccinelli (PMDB) declarou que caso haja um novo conflito entre a comunidade indígena, produtores rurais e policias aqui em Mato Grosso do Sul a culpa será da União, que até agora não apontou qual será a solução para indenização e demarcação de terras indígenas.

“Nós estamos esperando uma atitude do governo federal, a União tem que apontar qual será a solução, se o clima ficar efervescente novas mortes podem acontecer, seja dos índios ou dos policiais e a culpa será deles”, afirmou André.

Reunião – No último dia 30 de setembro, os produtores rurais afirmaram que desde a vinda do ministro da justiça, Eduardo Cardozo a Campo Grande, 11 fazendas já haviam sido invadidas no Estado. De acordo com a Famasul (Federação da Agricultura de Mato Grosso do Sul) hoje se acumula 67 propriedades rurais reivindicadas por indígenas.

Os produtores ponderaram que falta vontade política do governo federal e que a falta de ação “incentiva” os indígenas a invadir as propriedades, ao invés de esperar uma definição da União.

Ultimato – A Famasul (Federação da Agricultura de Mato Grosso do Sul) encaminhou ofício ao Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, cobrando posicionamento da União. Caso não haja uma resposta concreta até o dia 30 de novembro, a promessa é de encerramento das negociações e apelação aos organismos internacionais.