Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 18 de Setembro de 2021

Política

Marcio Fernandes e prefeito de Chapadão do Sul se reúnem com o governador

De acordo com o cronograma, a usina poderá iniciar suas atividades em Chapadão do Sul até o início de 2015.

Assessoria

11 de Setembro de 2013 - 10:49

Foi discutido na governadoria ontem (10), entre o governador André Puccinelli, o deputado Marcio Fernandes (PTdoB), e o prefeito de Chapadão do Sul, Luiz Felipe Barreto de Magalhães, a possível instalação de uma indústria de processamento de milho para a produção de ração e de etanol.

“Nós temos uma empresa de grande porte precisando se instalar na nossa região e estamos procurando junto ao governador a viabilização de recursos para a vinda dessa indústria”, disse o prefeito Luiz Felipe Barreto de Magalhães, salientando que para a vinda do empreendimento será preciso adquirir uma área. 

Os investidores americanos são do grupo BioUrja Trading e Poet. Nos Estados Unidos a produção de etanol a partir do milho é uma realidade assim como no Brasil o etanol é feito da cana-de-açúcar. Conforme informações da prefeitura, o grupo tem 82 terminais desse tipo naquele país e responsável por 10% do mercado americano de etanol. Além disso, a companhia exporta o combustível para o Japão, Austrália e África.

De acordo com o cronograma, a usina poderá iniciar suas atividades em Chapadão do Sul até o início de 2015. A expectativa é de que a usina tenha capacidade para produzir 150 milhões de litros de álcool combustível por ano. De acordo com o prefeito, o governador André Puccinelli vai analisar no que poderá auxiliar a prefeitura e dentro de uma semana haverá uma nova reunião.

Será a primeira indústria americana deste tipo instalada no país, “O porte dessa empresa irá gerar no mínimo 350 vagas de emprego, entre eles cargos de alto padrão”, diz o deputado Marcio Fernandes.