Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 5 de Março de 2021

Política

Nova pesquisa Famasul aponta para 2º turno Delcídio, com 39,4% e Reinaldo, 25,9%

A possibilidade de segundo turno é evidenciada porque os cinco candidatos somam 45,4% das intenções de voto, superando os 39,4% atribuídos a Delcídio

Flávio Paes/Região News

29 de Setembro de 2014 - 09:39

A segunda pesquisa contratada pela Federação da Agricultura de Mato Grosso do Sul (Famasul), realizada pela Companhia de Pesquisa, sobre a eleição para o Governo do Estado, aponta para a realização de segundo turno entre o candidato do PT, Delcídio do Amaral e o do PSDB, Reinaldo Azambuja.

Com 10% de indecisos na reta final desta campanha eleitoral morna, o único fato que pode influenciar para reverter este quadro é o debate programado para esta terça-feira na TV Morena, transmitido para todo o estado, que sempre é o que tem maior repercussão por ser promovido por uma afiliada da Rede Globo, líder de audiência.

Na amostragem realizada entre os últimos dias 20 e 25, com 1008 eleitores em 32 municípios pela Companhia de Pesquisa, Delcídio aparece na liderança com 39,4% das intenções de voto; Reinaldo obteve 25,9%, enquanto o candidato do  PMDB, Nelson Trad Filho, com 18%. Juntos os outros três candidatos, asseguraram 1,5%: 0,6% o professor Monje, do PSTU; Evander Vendramini, do PP, 0,5% e Sidney Mello, do PSOL, com 0,4%.

A possibilidade de segundo turno é evidenciada porque os cinco candidatos somam 45,4% das intenções de voto, superando os 39,4% atribuídos a Delcídio. Este cenário leva em conta que os votos dos 10% de eleitores indecisos se distribuam de forma proporcional entre todos os concorrentes. O levantamento mostra que 5,3% dos eleitores dizem que votarão em branco ou anularão o voto.

Em relação à pesquisa anterior (realizada ente os 29 de agosto e 04 de setembro) os três principais candidatos oscilaram  dentro da margem de erro, que é de 3,1%. Delcídio passou de 36 para 39,4%; Reinaldo saiu de 23 para 25,9% e o candidato do PMDB, Nelson Trad, passou de 16 para 18%.   

Na pesquisa espontânea em que aos entrevistados não é apresentado o nome dos candidatos, Delcidio  tem 26,9%; Reinaldo obteve 18,3%; Nelsinho, 13,76%; Evander Vendramini, 0,2%;Professor Monje, 0,1%; Sidney Melo, 0,1%; 36,4% se disseram indecisos, 4,5% e 1,9% outros nomes.

A Companhia de Pesquisa levantou também o índice de rejeição dos candidatos. O levantamento mostra que o maior índice de rejeição é do senador Delcidio do Amaral, com 23,5%; seguindo-se o candidato do PMDB, Nelsinho Trad, com 17,2%; o Professor Monje, com 10,9%; Reinaldo Azambuja, com 6,6%; o professor Sidney Melo, 5,4%; Evander Vendramini, 4,6%; 37,6% não se manifestaram e 3,1% não mostraram rejeição a qualquer candidato.

A pesquisa

A Companhia de Pesquisa entrevistou 1008 eleitores em 32 municípios de Mato Grosso do Sul. A margem de erro é de 3,1% considerando-se um nível de confiança de 95%. O período do campo ocorreu entre os dias 20 a 25 de Setembro de 2014. A pesquisa obteve o registro MS-00041/2014 e BR-00787/2014.