Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 10 de Agosto de 2022

Política

Ortega pede exoneração de Secretaria e filia vice-prefeito no PSL

A saída do vice-prefeito do PSDB foi uma surpresa já que nos últimos meses ele se aproximou do Governo.

Flávio Paes/Região News

23 de Setembro de 2015 - 16:53

Faltando pouco mais de uma semana para findar o prazo para filiações (conforme a atual legislação) para quem deseja ser candidato ano que vem, o vice-prefeito de Sidrolândia, Marcelo Ascoli, surpreendeu o meio político na tarde de hoje ao assinar ficha de filiação no PSL, partido até então da base do Governo de Ari Basso.

O fato curioso deste enredo foi protagonizado pelo dirigente do partido, Clayton Ortega, que pediu exoneração do cargo de secretário Municipal da Juventude, Esporte e Lazer, horas antes de apresentar o mais novo filiado da legenda. Depois de entregar o cargo por volta das 9 horas da manhã, ele viajou para Campo Grande em companhia de Ascoli para homologar no Diretório Estadual, seu ingresso no partido.

“A saída do vice-prefeito do PSDB foi uma surpresa já que nos últimos meses ele se aproximou do Governo, vinha participando das agendas, com ampla cobertura da assessoria da Prefeitura, sem contar que por 15 dias exerceu o cargo de prefeito interinamente”, revelou o assessor de comunicação do Executivo, Cid Pinheiro, que afirmou não ter participação na articulação.

Em relação à saída de Ortega do Esporte, o ex-secretário atribuiu ao fato de ter sido convocado pela Secretaria de Justiça e Segurança Pública do Estado a voltar as suas funções na Polícia depois de 2 anos cedido para a Prefeitura. Ortega é papiloscopista.