Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 27 de Novembro de 2021

Política

Para o presidente do PSDB, com Enelvo fora da Prefeitura acaba dúvida sobre quem comanda a gestão

De acordo com Hernandes, a saída do ex-prefeito já estava prevista antes mesmo de iniciar o atual Governo.

Flávio Paes/Região News

30 de Setembro de 2013 - 16:11

O presidente do diretório municipal do PSDB, Moacir Hernandes, avalia que a decisão  do ex-prefeito Enelvo Felini de deixar a administração municipal, põe fim ao que ele definiu “como ambigüidade” que persistia desde a posse do prefeito Ari Basso, sobre quem de fato tomava as decisões e comandava a Prefeitura, se era o prefeito ou, Enelvo que cumpria as funções de um Secretário de Governo com atribuição de tocar o dia-a-dia da máquina administrativa.

“Foi um gesto de desprendimento do companheiro Enelvo que na  minha avaliação poderia continuar no cargo”. De acordo com Hernandes, a saída do ex-prefeito já estava prevista antes mesmo de iniciar o atual Governo. De qualquer forma, o dirigente do PSDB  acredita que agora o prefeito terá oportunidade de deixar sua marca, com liberdade para tomar as decisões necessárias, fazer aquilo que a sociedade espera independente do seu impacto político-eleitoral.

“Não vamos colocar o interesse político acima do interesse da comunidade. Ganhamos a eleição, o desafio agora é governar”. Em relação à saída do PSDB  de dois vereadores  (Mauricio Anache e Marcos Roberto) que se filiaram ao Partido da Solidariedade, Moacir Hernandes diz respeitar a decisão.

“Como o momento exige medidas duras, provavelmente, não quiserem assumir o ônus  de governar. É mais fácil criticar do que colocar a mão na massa”, comenta. Confira a entrevista do presidente do diretório municipal do PSDB, concedida ao Região News.