Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 17 de Abril de 2024

Política

Prefeito reúne base, com 9 vereadores, garante volta do difícil acesso no próximo pagamento

Em princípio o pagamento não será retroativo a outubro, quando a gratificação foi suspensa embora esteja garantida pelo estatuto do magistério.

Flávio Paes/Região News

28 de Novembro de 2017 - 14:36

Os professores e funcionários administrativos das escolas rurais voltarão a receber, no salário de novembro, que será pago na primeira semana de dezembro a remuneração de difícil acesso. O benefício, com um custo mensal de R$ 55 mil, garante um adicional de 15% sobre o salário-base. Em princípio o pagamento não será retroativo a outubro, quando a gratificação foi suspensa embora esteja garantida pelo estatuto do magistério.

A medida gerou críticas dos funcionários prejudicados, especialmente os professores, inconformados com a perda de R$ 250,00 da sua remuneração. A categoria ameaçou um protesto, mas o movimento foi abortado pelo Governo que se antecipou e prometeu rever a medida num encontro com lideranças indígenas.

Os vereadores da base derrubaram um requerimento da oposição que cobrava a volta do pagamento. Argumentaram que a medida seria revista pelo prefeito.

O anúncio da volta foi feito na manhã terça-feira (28) pelo prefeito Marcelo Ascoli que se reuniu com sua base aliada, agora com nove vereadores.

Além da definição da volta do difícil acesso, o prefeito informou aos vereadores que em fevereiro, na volta do recesso parlamentar, vai enviar projeto à Câmara estabelecendo novos critérios de pagamento da gratificação. Só vão receber o percentual integral os professores e funcionários administrativos que moram em locais mais distantes da escola onde trabalham. Quanto mais próximo, menor a gratificação.

Na Aldeia Córrego do Meio, por exemplo, os 35 funcionários moram na própria aldeia, alguns em frente da escola, mesmo assim recebem os 15%, mesmo valor daqueles que precisam percorrer 30 quilômetros (de ida e volta) para chegar à escola.