Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 29 de Outubro de 2020

Política

Procurador eleitoral pede a Vadinho que apresente novas certidões e comprovante de escolaridade

O procurador regional eleitoral, Emerson Kalif Siqueira, notificou Vadinho para em 48 horas providenciar as certidões de 1ª e 2ª instância da Justiça.

Flávio Paes/Região News

28 de Julho de 2014 - 07:42

A nove dias do encerramento do prazo para o Tribunal Regional Eleitoral julgar os pedidos de registros de candidaturas, o vereador Edivaldo dos Santos (PT) ainda terá de buscar documentação para conseguir o registro da sua candidatura a deputado estadual.

O procurador regional eleitoral, Emerson Kalif Siqueira, notificou Vadinho para em 48 horas providenciar as certidões de 1ª e 2ª instância da Justiça, a cópia da carteira de identidade e o comprovante de escolaridade. Sem estes documentos, o candidato petista pode ter sua candidatura impugnada.

Os advogados da coligação “Mato Grosso Sul Cada Vez Melhor III”,  liderada pelo PSB, já haviam pedido a impugnação da candidatura de Vadinho porque ele deixou de providenciar a certidão negativa criminal de 2º Grau da Justiça Estadual. O vereador juntou a certidão (com o nada consta) ao seu processo de registro.

O procurador eleitoral ao analisar a papelada constatou a falta do comprovante de escolaridade. Descobriu que as certidões da Justiça Federal e a cópia da carteira de identidade não estão em nome de Vadinho, mas de um certo Idevaldo Claudino da Silva, quando o nome do candidato é Edivaldo dos Santos.   

No seu relatório o procurador deixa claro que se estes documentos (com o nome de Vadinho) forem apresentados, seu parecer é favorável ao deferimento do registro da candidatura do vereador petista. Procurador pela reportagem do RN, Vadinho não atendeu as ligações para esclarecer os problemas na sua documentação apontados pelo procurador.