Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 20 de Junho de 2021

Política

PRP orienta bases eleitorais sobre rumos da campanha de 2014

Segundo Betini, o partido está se articulando para lançar uma chapa com 48 candidatos à Assembleia e 16 à Câmara Federal.

Willams Araújo/Cojuntura Online

02 de Setembro de 2013 - 15:56

O comando nacional do PRP reuniu os presidentes regionais do partido sábado (31), em Brasília, para traçar metas e definir os rumos visando às eleições de 2014. Realizado Hotel Naoum Express Brasília, o “Encontro de Presidentes Regionais do PRP”, serviu para orientar os correligionários sobre o caminho a seguir na campanha eleitoral do ano que vem nos estados.

Uma das recomendações tiradas no encontro, conduzido pelo presidente nacional do PRP, Ovasco Resende, foi vetar aliança com partidos que representem o continuísmo e dar oportunidade a novas lideranças políticas.

De acordo com o presidente do partido em Mato Grosso do Sul, Dorival Betini, a orientação nacional é inspirada nas últimas manifestações populares ocorridas em todo o país, quando a população saiu às ruas para cobrar, entre outros aspectos, projetos novos.

“Saímos otimistas da reunião. Nossa pretensão é dar oportunidade a novas lideranças políticas e a projetos que realmente defendam ideias inovadoras. Aqui, por exemplo, o PRP não vai se aliar ao PMDB”,  revelou o dirigente, ao considerar que o partido representa o continuísmo.

O PMDB tem como pré-candidato o ex-prefeito Nelsinho Trad, que, além de cumprir dois mandatos consecutivos em Campo Grande, já exerceu outros cargos públicos, entre os quais, vereador, deputado estadual e hoje é secretário de Estado Extraordinário de Articulação, de Desenvolvimento Regional e dos Municípios. 

Em caso de eventual aliança, o PRP é simpático a candidatura do deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB), que estuda a possibilidade de concorrer à sucessão do governador André Puccinelli (PMDB), no ano que vem.

O partido, conforme Betini, também não faz restrição ao nome do senador Delcídio do Amaral, pré-candidato do PT ao governo estadual.

Ele adiantou que o PRP trabalha para lançar candidatos à Assembleia Legislativa e à Câmara dos Deputados em vários municípios de Mato Grosso do Sul, entre os quais, Dourados, Corumbá, Três Lagoas, Paranaíba, Ponta Porã, Mundo Novo, Nova Andradina, Aquidauana e Jardim.

”Apesar de ser um partido novo no Estado, tivemos uma boa participação nas eleições municipais do ano passado, quando elegemos nove vereadores e o prefeito de Santa Rita do Pardo, Cacildo Dagma Pereira, além do vice-prefeito de Batayporã”, recordou-se, acrescentando que a ideia é trabalhar para eleger ao menos dois deputados estaduais em 2014.

Segundo Betini, o partido está se articulando para lançar uma chapa com 48 candidatos à Assembleia e 16 à Câmara Federal.