Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 7 de Dezembro de 2021

Política

PSDB vai apostar em ex-prefeitos e deputados do interior, diz Rinaldo

Os deputados estaduais Osvane Ramos (PT do B) e Lídio Lopes (PP) revelaram que receberam convites do PSDB para integrar seu time na disputa do ano que vem

Campo Grande News

24 de Setembro de 2013 - 08:45

O deputado estadual Rinaldo Modesto (PSDB) destacou que o PSDB vai apostar em lideranças do interior para eleição do ano que vem. Ele citou novos nomes novos e alguns entraram recentemente no partido como reforços para 2014.

Rinaldo destacou Ângelo Guerreiro, em Três Lagoas, que quase venceu as eleições municipais em 2012. Os ex-deputados Sandro Fabi em Corumbá e Valdenir Machado em Dourados, além do ex-prefeito de Ponta Porã, Flávio Kayatt. “Vamos ter ótimos candidatos no interior ano que vem que vão fortalecer a legenda, além de ainda ter conversas adiantadas com outros políticos”, destacou ele.

O deputado ponderou que em Campo Grande o partido também irá ter candidatos preparados para disputa do pleito eleitoral. “Vamos ter um time completo para aumentarmos o número de representantes na Assembleia”, ponderou.

Convites – Os deputados estaduais Osvane Ramos (PT do B) e Lídio Lopes (PP) revelaram que receberam convites do PSDB para integrar seu time na disputa do ano que vem. Os dois admitiram que se sentiriam a vontade em mudar para o partido, no entanto destacaram que até o momento são apenas conversas.

Lídio já reconheceu que pretende mudar de legenda, já que não tem mais “clima” para ficar no PP após o pedido de expulsão. Osvane ainda pensa em continuar no PT do B, mas não descarta sair do partido caso haja uma “imposição” na formação de alianças para 2014.

Os partidos têm o prazo até o dia 6 de outubro para filiar novos integrantes que desejam participar das eleições de 2014, até o momento poucos nomes foram confirmados. A principal reclamação é que não existe “janela” para que políticos que estejam com mandato no legislativo possam trocar de partido sem perder a cadeira.