Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 18 de Setembro de 2021

Política

Puccinelli afirma que ainda vai ter muita gente desistindo até as eleições de 2014

Questionado sobre as possíveis mudanças no quadro político, Puccinelli afirmou que acredita em mudanças profundas no cenário de governo

Campo Grande News

16 de Setembro de 2013 - 10:54

O governador André Puccinelli afirmou na manhã desta segunda-feira (16) que muita coisa vai acontecer no cenário político eleitoral em Mato Grosso do Sul. A declaração foi feita durante evento no Palácio Tiradentes, em Campo Grande. Para o governador ainda terá muita gente desistindo até as eleições de 2014.

Questionado sobre as possíveis mudanças no quadro político, Puccinelli afirmou que acredita em mudanças profundas no cenário de governo. Hoje há duas pré-candidaturas postas ao governo de MS que são a do senador Delcídio Amaral (PT) e do secretário estadual Nelsinho Trad (PMDB).

Contudo, as executivas nacionais tem feito uma ‘forcinha’ para que a dobradinha PT e PMDB de Dilma Roussef e Michel Temer também se unam no estado sul-mato-grossense.

Entretanto, o embate histórico entre as legendas tem dificultado esse acordo, abrindo um leque de possibilidades de alianças, principalmente com o ‘voo’ do PSDB, nas últimas eleições em 2012. Além disso, o PMDB enfrenta o descrédito em relação ao nome de Nelsinho, com Puccinelli colocando Simone Tebet (PMDB) a todo momento na condição de possível ocupante do cargo que será aberto com a saída dele.

Em meio as especulações, o governador afirma mais uma vez que nada segue definido, declarando que muita gente ainda vai ‘desistir’, deixando subentendido que a chapa entre PT e PMDB pode dar certo.

“Deve ter muita mudança no cenário de governo até 2014, porque vai ter muita gente desistindo, entrando, caras novas”, se restringiu a dizer Puccinelli. As mudança vão ocorrer devido ao prazo para novas filiações, mudança de domicílio eleitorais e troca de legendas que encerram em outubro, com vistas às cadeiras no parlamento e executivo.