Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 20 de Janeiro de 2021

Política

Simone tem 1º dia de luta por 10 votos do Podemos

Campo Grande News

13 de Janeiro de 2021 - 13:25

A senadora Simone Tebet em anunciou da candidatura ontem, em Brasília (Foto: Divulgação/MDB)

Menos de 24h do anunciou da candidatura para presidência do Senado Federal e a senadora Simone Tebet (MDB) se reuniu com a bancada do Podemos para articular a vitória. A reunião aconteceu na manhã desta quarta-feira e pode render 10 votos em favor da parlamentar sul-mato-grossense.

Escolhida entre quatro nomes dentro do MDB, a parlamentar prometeu manter independência harmônica, caso vença a disputa.

“Independência não significa oposição ao governo como muitos querem. Significa harmonia para ajudar nas pautas prioritárias a favor do Brasil”, disse e finalizou: “Com humildade recebo essa missão, dizendo que é um projeto do MDB, do Senado e do Brasil”.

Principal rival na disputa, e com apoio do atual presidente, o senador David Alcolumbre, o candidato do DEM, Rodrigo Pacheco, tem o apoio do PSD, PT, Pros, Republicanos, PL e PSC (31 senadores). O candidato também seria o preferido do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Se conseguir os apoios almejados do Podemos e do PSDB (7 senadores), Simone teria um bloco de 30 senadores.

Simone é a atual presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), considerada a mais importante da Casa. À frente do colegiado, demonstrou seriedade, disciplina e capacidade de diálogo e negociação. Respeitada entre os pares, Simone já foi reconhecida diversas vezes por sua atuação e pelo conhecimento técnico e jurídico.

Ao lançar a candidatura, o MDB ressaltou o compromisso do partido com agenda fiscal, a redução das desigualdades e a pauta ambiental, entre outros. Líder do MDB no Senado, Eduardo Braga, ainda lembrou que ao escolher Simone como candidata o partido também valoriza a participação da mulher na política. Se vencer, a senadora sul-mato-grossense será a primeira mulher a presidir o Senado em quase 200 anos de história.