Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 25 de Fevereiro de 2024

Política

Vice-prefeito tenta se apropriar da paternidade de obra viabilizada pelo ex-prefeito Ari Basso

A destinação da emenda foi informada pelo deputado ao ex-prefeito em oficio datado do dia 15 de abril de 2015.

Flávio Paes/Região News

26 de Novembro de 2017 - 21:16

Com a retomada na semana passada das obras de drenagem e pavimentação da Rua João Straliotto (acesso ao conjunto Morada da Serra), depois que um grupo de vereadores intercedeu junto à Secretaria de Obras do Estado, curiosamente, em postagens pelas redes sociais, o vice-prefeito Wellison Muchiutti, tentou se apropriar da paternidade desta obra que foi viabilizada em dezembro de 2015, pelo então prefeito Ari Basso, numa articulação com o deputado federal Carlos Marun, que destinou uma emenda de R$ 987.700,00, complementada com contrapartida do Governo do Estado, fechando o orçamento da obra no valor de R$ 1.059.610,87.

A destinação da emenda foi informada pelo deputado ao ex-prefeito em oficio datado do dia 15 de abril de 2015 e o convênio para liberação dos recursos, foi assinado pela Agesul em 15 de dezembro de 2015. Entretanto, até agora, com a obra já entrando na fase de aplicação do pavimento, está sendo custeada integralmente pelo Governo do Estado, a pedido de um grupo de vereadores liderados pela bancada do PSDB. “Esta obra é compromisso do governador Reinaldo Azambuja com Sidrolândia, que por enquanto, está sendo viabilizando apenas com recurso estadual”, afirma a vereadora Vilma Felini.

A obra na João Straliotto começou no final de agosto e em outubro, com 45% de execução, foi interrompida porque nenhum centavo do governo federal havia sido liberado. Ficou parada por 30 dias, causando transtornos aos moradores, praticamente ilhados pelos buracos deixados pela empreiteira.

Diante da situação caótica, os vereadores da oposição estiveram na Secretaria de Obras para mostrar os transtornos que a interrupção vinha provocando. Eles conseguiram convencer o secretário Marcelo Migliori a concluir a pavimentação para que fique pronta dentro das comemorações do aniversário da cidade, independe do repasse federal.