Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 21 de Janeiro de 2021

Sidrolândia

Prefeitura espera que até 4ª Caixa libere recursos para reforma de escolas e da rodoviária

Flávio Paes/Região News

10 de Janeiro de 2021 - 20:23

O cenário que se vê hoje na Rodoviária é a terra, além dos amontoados de entulhos. Foto: Marcos Tomé/RN

A prefeita de Sidrolândia, Vanda Camilo, espera que até quarta-feira a Caixa Econômica Federal libere os pagamentos, com recursos do Finisa (financiamento contratado ano passado) para então cobrar agilidade da empreiteira responsável pela reforma da estação rodoviária, que está praticamente parada e o início das obras em 4 escolas municipais.

Na semana passada o procurador Wellison Muchiutti, encaminhou a documentação da Justiça Eleitoral que atesta a conclusão do processo eleitoral e a posse da prefeita interina.

A Caixa desde outubro se nega a liberar os pagamentos das obras e da empresa que vendeu para a Prefeitura duas patrolas, uma retroescavadeira, um rolo compactador de solo, um rolo tapa buraco, uma pá carregadeira, um trator de cortar grama, uma escavadeira hidráulica e um caminhão prancha.

duas patrolas, uma retroescavadeira e um rolo compactador. Os equipamentos estão parados desde novembro no pátio da Secretaria de Infraestrutura.

Os técnicos da Caixa Econômica alegavam que o processo eleitoral não estava concluído porque o candidato vencedor do pleito, Daltro Fiúza, não foi diplomado. Na última quinta-feira a Justiça Eleitoral emitiu certidão atestando a posse da vereadora Vanda Camilo como prefeita interina.

A reforma da estação rodoviária iniciada em outubro avançou muito pouco e segue em ritmo lento com poucos trabalhadores no canteiro de obras. Praticamente só houve intervenção nos banheiros com o reaproveitamento de quase tudo. O forro foi retirado para troca da fiação elétrica, mas nada foi feito.

Isto agravou os problemas das goteiras, alagando parte das instalações. O projeto prevê a troca da cobertura. O piso do pátio das plataformas de estacionamento foi quebrado para ser substituído por capa asfáltica. O cenário que se vê hoje é a terra, além dos amontoados de entulhos.

A WC Engenharia Construções e Reformas, é a empresa responsável pela reforma ao custo de R$ 598.601,22, redução de 28% (R$ 232.789,41) sobre o preço de referência da licitação. Pelo projeto, o prédio de 1.326,04 metros quadrados de área construída receberá novas instalações elétricas, hidráulicas, pintura, reparos na cobertura. O ponto de táxi receberá cobertura e está programada a construção de um bicicletário com 5 vagas e de um traffic calming na via lateral, além de um novo paisagismo.

O empréstimo 

A Prefeitura contratou um empréstimo no valor de R$ 11,2 milhões, que será pago a partir de 2022 em 96 meses com garantia dos repasses do FPM (Fundo de Participação dos Municípios). Do montante, R$ 7,2 milhões foram reservados para a compra de 8 caminhões basculantes, um caminhão pipa, caminhão meloso, caminhão prancha, caminhão baú, 2 motoniveladoras, escavadeira, retroescavadeira, rolo compactador e um compactador.

Também foi adquirido um trator giro zero, caminhão de assistência alongado e rolo compactador vibratório. Para a reforma da rodoviária foram reservados R$ 750 mil. O terminal foi inaugurado há 30 anos, em 1991 e nunca tinha passado por reforma.