Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 17 de Maio de 2021

Sidrolândia

Presidente da Câmara espera ajustes no projeto para garantir repasses a associações indígenas

Ele garante que tudo precisa ser conduzido de forma transparente e dentro da legalidade.

Flávio Paes/RN

18 de Abril de 2021 - 20:55

Presidente da Câmara espera ajustes no projeto para garantir repasses a associações indígenas
Presidente do Legislativo, Sandro Gonzáles. Foto: Marcos Tomé/RN

Mesmo com o parecer contrário da procuradora jurídica da Câmara, Camila Zaidan, o presidente do Legislativo, Sandro Gonzáles, está confiante que será construído um entendimento nesta segunda-feira para a aprovação na sessão de terça-feira do projeto do repasse de R$ 200 mil à 5 entidades representativas da comunidade indígena desenvolverem projetos nas aldeias.

"Vamos ter uma reunião com a secretária de Governo e o procurador jurídico para fazer os ajustes necessários que torne possível o projeto ir à plenário e ser aprovado", destaca. De acordo com Sandro, há consenso entre os 15 vereadores, sobre a necessidade de fortalecer o trabalho da Fundação indígena Municipal como ferramenta de fomento e apoio a projetos que melhorem a qualidade de vida da população terena.

Ele garante que tudo precisa ser conduzido de forma transparente e dentro da legalidade. A decisão de suspender a tramitação do projeto na sessão extraordinária de sábado, conforme o presidente da Câmara, foi uma decisão acertada para futuros questionamentos por parte do Ministério Público e do Tribunal de Contas.

A escolha das entidades contempladas gerou inicialmente ruídos na bancada governista, a partir da insatisfação do vereador Otacir Figueiredo. Embora único representante terena na Câmara, ele não é uma unanimidade entre os caciques. Foi fechado o entendimento para contemplar com os projetos de fomento os setores da comunidade que o apoiaram na campanha.