Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 20 de Julho de 2024

Sidrolandia

Acusado de matar no trânsito vai a júri nesta sexta

A Gazeta News

26 de Agosto de 2010 - 16:26

Vai a júri popular nesta sexta-feira (27) em Amambai, Alberto Martins Netto, de 30 anos, acusado de matar duas pessoas e deixar outras duas feridas durante um acidente de trânsito ocorrido em 2003 em Amambai.

O acidente aconteceu por volta das 19h do dia 14 de abril de 2003 na Avenida Pedro Manvailler, próximo a saída para Coronel Sapucaia.

Alberto Netto, conduzia uma caminhonete F-1000, cor amarela, HQD 1510 de Amambai-MS, quando veio a perder o controle da direção do veículo, que cruzou a pista, vindo a atropelar um grupo de pessoas que transitava a pé pela calçada no lado oposto da avenida.

Após atropelar as pessoas, que estariam se deslocando para uma igreja evangélica, a caminhonete se chocou violentamente contra um poste de sustentação da rede elétrica.

Duas mulheres, Edna Delgado Estigarribia e Maria Aparecida Ramos Cardoso, morreram no local e outras duas pessoas atingidas pelo veículo tiveram que ser hospitalizadas e sobreviveram.

Pela denúncia formulada pelo Ministério Público Estadual, que pede a condenação do réu por duplo homicídio qualificado, Alberto estaria embriagado e isso, aliado a imprudência, teria sido fundamental para provocar o acidente.

O advogado de defesa de Alberto Netto, Dr. Leopoldo Azuma disse que seu cliente não nega que tenha bebido, pois teria participado de um churrasco naquele dia, mas não estaria embriagado e o fato foi um acidente, ou seja, Alberto não teve a intenção de provocar.

A sessão do Tribunal do Júri, que será presidida pelo Juiz Titular da 1ª Vara da Comarca de Amambai, César de Souza Lima terá início às 8h da manhã e será aberta. Qualquer pessoa da sociedade pode acompanhar.