Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 22 de Maio de 2024

Sidrolandia

Agência do Senai em Nova Alvorada oferece oportunidades profissionais

Local já conta com 250 alunos matriculados em 22 turmas de seis cursos que funcionam nos três turnos

Daniel Pedra

17 de Agosto de 2010 - 08:37

Agência do Senai em Nova Alvorada oferece oportunidades profissionais
Ag - Assessoria

Aos 19 anos, Anderson Carvalho de Souza conta que lidou, no último ano, com a insegurança e as incertezas da idade. Como qualquer jovem da sua faixa etária, estava em dúvida sobre a profissão e o futuro e via as possibilidades limitadas por morar em Nova Alvorada do Sul, distante a 120 quilômetros de Campo Grande. Foi no meio da indecisão que ele viu sua vida mudar em poucos meses quando a cidade ganhou uma Agência de Formação Profissional do Senai em novembro 2009.

 

Em maio de 2010, ele começou a fazer o curso de eletricista de automóveis e agora em agosto acaba de ser contratado como eletricista júnior na ETH Bioenergia. “Quando a usina veio para Nova Alvorada do Sul e abriu muitas vagas de emprego todos passaram a querer trabalhar lá. Agora que o Senai chegou à cidade, as pessoas perceberam que essa é a forma mais rápida de entrar na empresa porque eles procuram e dão preferência para quem é aluno do Senai. Foi assim que a vaga surgiu para mim lá na ETH e, do mesmo jeito que aconteceu comigo, pode ser pra muita gente”, disse animado, acrescentando que pretende se dedicar e fazer carreira na empresa.

 

Histórias como a do jovem Anderson de Souza tem sido constantes na rotina da cidade e quem confirma é a gerente da Agencia do Senai Nova Alvorada do Sul, Carmem Nancy Ramirez Marques, explicando que desde que o espaço foi inaugurado no município a população vive uma fase de euforia e otimismo. “Oportunidades em cidades do interior são escassas, mas, quando uma multinacional do porte da ETH se instala e com isso gera uma demanda por profissionalização, faz com que o Sistema Fiems também se movimente. Assim, o município ganhou uma Agência do Senai, mudando a rotina local e hoje a comunidade vive um novo momento, com as pessoas encontraram na entidade uma âncora para o futuro”, disse.

 

Carmem Marques ressalta que são jovens, adolescentes e adultos que procuram o Senai para se informar porque querem estar melhor preparados e é possível perceber o quanto elas associam os cursos com a entrada no mercado de trabalho. “Até porque para muitas, isso se tornou realidade graças à profissionalização. E elas confiam no Senai por isso e também por oferecer oportunidades de qualificação sem distinção de pessoas”, contou, informando que hoje o espaço conta com 250 alunos matriculados em 22 turmas de seis cursos que funcionam nos três turnos.

 

Oportunidade

 

Participando das aulas do curso de eletricista de automóveis, Alessandro da Silva, de 21 anos, trabalha numa auto-elétrica há cerca de dois anos. Ele acredita que as aulas no Senai e a experiência no mercado de trabalho podem abrir uma oportunidade onde ele possa fazer carreira e confessa que está de olho numa vaga na usina. “Hoje eu trabalho como auxiliar de eletricista e agora com o certificado do Senai tenho certeza que vai ser possível conquistar algumas metas que tenho, como uma vaga na ETH. O peso desse diploma do Senai conta muito para quem contrata e para quem é contratado, e isso significará em pouco tempo, melhoria na minha qualidade de vida e nos meus rendimentos”, disse otimista.

 

Éder do Nascimento Santos, de 21 anos, exerce a função de serviços gerais numa empresa do município no período da manhã enquanto à tarde cursa as aulas de mecânico de máquinas agrícolas e está animado com as possibilidades que o aprendizado técnico pode lhe trazer. “As empresas procuram profissionais formados pelo Senai e por isso tenho a expectativa de conseguir uma vaga na área. Além do mais estamos numa região que tem necessidade desse tipo de profissional”, declarou, ressaltando que a chegada da Agência do Senai trouxe oportunidades e facilidades para os moradores da cidade.

 

A dona de casa Janicleide Rocha, que é casada, tem 24 anos e uma filha de seis de idade, sonhava com o dia em que poderia ingressar no mercado de trabalho pela “porta da frente”. Sem condições e oportunidade de se profissionalizar, o sonho ficou adormecido por um tempo, mas bastou ficar sabendo da instalação da Agência do Senai na cidade para esquadrinhar novos rumos para suas aspirações quase esquecidas. “Estou matriculada nas aulas do curso de operador de máquina agrícola e acredito que vou mudar a história da minha família, principalmente da minha filha pequena”, pontuou, completando que essa mudança de rumo na vida deve ao Senai.  

 

Cursando as aulas do curso de eletricista de automóveis, Maísa Rodrigues Miranda, de 19 anos, também está entre os jovens que acredita que o certificado do Senai poderá abrir portas inclusive para o sexo feminino atuar em áreas predominantemente masculinas. “Estou me dedicando ao máximo e acredito que com o certificado do Senai será menos uma barreira para enfrentar e espero que tanto eu quanto as outras meninas da turma possam ser chamadas para atuar nessa função que ainda é exercida por homens basicamente”, disse.

 

Crescimento

 

Instrutor do curso de eletricidade automotiva, Emmanoel Farias Gomes conta que há cerca de dois meses deixou a função de técnico em eletromecânica numa empresa para ser integrado ao quadro de educadores da Agência de Formação Profissional do Senai de Nova Alvorada do Sul. Para ele, a mudança trouxe desafios de aprendizagem, salário melhor e reconhecimento por parte da sociedade. “Estar numa unidade do Senai é um status que traz reconhecimento da sociedade e esse também foi um dos principais motivos que me fizeram vir para cá, isso sem contar que agora vou ter disponibilidade de tempo e recursos para cursar uma faculdade”, informou, acrescentando que está orgulhoso da decisão que tomou.

 

Com aspiração semelhante, Rodrigo Lima Leite, de 26 anos, é instrutor de mecânica. Terceirizado pelo Senai Agência para ministrar as aulas, ele conta que espera em breve fazer parte do quadro fixo de instrutores do Senai. “Assim como todos estes alunos que vieram para cá em busca de oportunidades no mercado profissional, eu também estou aqui incentivando os sonhos desses jovens e também correndo atrás dos meus objetivos porque quero fazer parte desta grande instituição que é o Senai. Isso me traz desafios e esperança por estar investindo num futuro voltado para a educação”, ressaltou.