Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 21 de Janeiro de 2022

Sidrolandia

Agricultores de Mato Grosso do Sul aprendem técnicas de rapel

Entre teoria e prática são 16 horas de capacitações, que além da NR 35, orienta os produtores rurais com detalhes da NR 31 e 33.

Senar/MS

18 de Outubro de 2013 - 16:36

Com a finalidade de evitar acidentes de trabalho em moegas, silos e outras unidades de armazenagem de grãos, agricultores de Mato Grosso do Sul estão sendo capacitados com técnicas específicas, entre elas as de rapel.

As instruções que envolvem planejamento, organização e execução de atividades em locais onde há risco de queda são requisitos da NR 35 (Norma Regulamentadora de Trabalho em Altura) e são repassadas por instrutores do Senar/MS (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) pelo Programa Soja Plus, que percorre sindicatos rurais de 16 municípios do Estado.

Entre teoria e prática são 16 horas de capacitações, que além da NR 35, orienta os produtores rurais com detalhes da NR 31 e 33.

“Neste ano iniciamos a apresentação das normas e tiramos dúvidas dos agricultores em sala de aula. Na próxima etapa os produtores terão a oportunidade de pôr em prática as técnicas de segurança, além de receber consultoria gratuita em suas propriedades”, afirma Clóvis Tolentino, consultor do Senar/MS.

De acordo com o gerente de sustentabilidade da Abiove (Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais), Bernardo Pires, entre as técnicas praticadas no rapel os agricultores e trabalhadores rurais aprendem a definir a espessura da corda, selecionar fitas de segurança, capacete e calçados a serem utilizados, os nós adequados e outras ações de segurança e saúde nesses ambientes de trabalho.

“Todos os produtores que possuem silos em suas propriedades devem estar atentos aos preceitos da NR 35. O desconhecimento de técnicas simples de segurança pode ocasionar acidentes fatais”, enfatiza Pires

Cerca de 50 agricultores de Laguna Carapã, Naviraí e São Gabriel do Oeste já receberam as instruções teóricas da NR 35 pelo Soja Plus e estão aptos à parte prática, agendada para fevereiro de 2014. Produtores de grãos de Caarapó, Ponta Porã e Sidrolândia também podem se inscrever gratuitamente no sindicato rural do seu município.

Junto com as orientações relacionadas às normas regulamentadoras, o Soja Plus também orienta os produtores rurais quanto a gestão econômica, social e ambiental da propriedade.