Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 13 de Junho de 2024

Sidrolandia

Amigos de vítima da H1N1 reivindicam vacinas em Coxim pelas redes sociais

A mensagem que os amigos passam é de indignação, afirmando que o jovem morreu por falta da vacina

Edição de Notícias

17 de Julho de 2012 - 08:35

Amigos do militar do Exército, Luan Felipe Galvão, de 18 anos, vítima fatal da Influenza A (H1N1) em Coxim, mais conhecida como gripe suína, iniciaram uma campanha para reivindicar vacina que previne a doença.

No Facebook, os amigos ilustram a campanha com uma foto do jovem, que morreu neste final de semana. Depois que a gripe suína foi confirmada no Hospital Regional de Coxim, o militar foi transferido para Campo Grande, mas não resistiu.

A mensagem que os amigos passam é de indignação, afirmando que o jovem morreu por falta da vacina. “Presidiários estão recebendo gratuitamente, trabalhador também deve receber”, diz a campanha.

Apenas dois Postos de Saúde de Coxim estavam disponibilizando a vacina na sexta-feira (13). Mesmo assim, existe restrição. No Jorge Ritt e no Marechal Rondon a informação é que apenas crianças de 0 a 2 anos, grávidas e idosos tem vacina a disposição. Até o momento, a secretaria de Saúde de Coxim não se manifestou sobre o caso.