Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 21 de Janeiro de 2022

Sidrolandia

ANS decreta intervenção na Unimed de Aquidauana e de Três Lagoas

Tecnicamente chamada de regime de direção fiscal, a medida foi adotada após a Agência identificar problemas financeiros nos planos de saúde.

Campo Grande News

11 de Maio de 2011 - 17:19

Duas unidades da Unimed em Mato Grosso do Sul estão sob intervenção da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), o órgão que fiscaliza a atuação dos planos de saúde. A medida foi adotada em Aquidauana e em Três Lagoas.

Tecnicamente chamada de regime de direção fiscal, a medida foi adotada após a Agência identificar problemas financeiros nos planos de saúde.

Na Unimed de Aquidauana, a medida é recente. Foi adotada no dia 4 de maio, após ser deferida em abril em reunião ordinária da direção da ANS. Em Três Lagoas, a intervenção começou em setembro do ano passado.

Esse regime dura um ano, segundo a informação da assessoria de imprensa da Agência.Durante esse período, o funcionamento da empresa é normal e o diretor fiscal nomeado faz apenas a orientação de como corrrigir os problemas que surgem.

Mensalmente, são feitos relatórios à ANS. Após um ano, o órgão define se o plano de saúde tem condições de continuar operando ou se deve ser liquidado. Neste caso, os clientes são incorporados por outro plano.

Um dos maiores planos de saúde em atuação no Estado, a Unimed funciona como cooperativa e, em cada cidade, a administração é autônoma. A unidade de Campo Grande, a maior do Estado, está com administração normal.