Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 24 de Fevereiro de 2024

Sidrolandia

Aplicação de multa para motoboys fora da lei é adiada por 30 dias em MS

Dificuldade em adquirir equipamentos provocou adiamento, diz Detran. Novas regras estão em vigor em todo o Brasil desde 2 de fevereiro.

G1 MS

04 de Março de 2013 - 16:43

O início da aplicação de multas para motoboys e mototaxistas que não estão enquadrados nas novas regras, previsto para esta segunda-feira (4), foi adiado por 30 dias em Campo Grande. Decisão foi tomada durante reunião no Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MS).

Segundo o órgão, o adiamento da fiscalização punitiva ocorreu por conta da dificuldade dos motoboys e mototaxistas em adquirir os equipamentos necessários. Esses 30 dias serão dedicados às campanhas educativas, de acordo com o Detran.

As novas regras, previstas na Resolução 356/2010 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), estão em vigor desde 2 de fevereiro. A lei exige que os motoboys e mototaxistas usem certos equipamentos de segurança (antena, proteção para as pernas, colete com faixas refletivas), tenham placa na moto na cor vermelha e passem por um curso de capacitação. As aulas podem ser gratuitas ou pagas. A multa pode ser de até R$ 191,54, que equivale a infração gravíssima.

Desde outubro de 2012, os Centros de Formação de Condutores (CFCs) em Mato Grosso do Sul estão autorizados a pedir credenciamento para ministrar cursos para os profissionais das categorias.