Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 25 de Julho de 2024

Sidrolandia

Bancos de Dourados terão multas instantâneas

Conforme o presidente, a previsão é de que a partir de agosto todas as agências bancárias de Dourados passem por novo monitoramento

Dourados Agora

20 de Julho de 2010 - 15:50

Bancos de Dourados terão multas instantâneas
Filas continuam penalizando clientela de bancos em Dourados - Foto: H

A cidade de Dourados faz novo arrastão em agências bancárias. Acontece que mesmo com ações que "entopem" a justiça ano a ano, a lei das filas continua sem efeito. De acordo com o presidente do Sindicato dos Bancários, Raul Verão, mais de 20 reclamações são registradas por mês, sendo que clientes chegam a passar até uma hora na fila sem atendimento.

Conforme o presidente, a previsão é de que a partir de agosto todas as agências bancárias de Dourados passem por novo monitoramento. Desta vez, a fiscalização acontece em parceria com o Procon, que poderá multar e lavrar autuações de forma instantânea. "Queremos forçar os bancos a cumprirem a lei. A idéia é propor para que contratem mais funcionários para atender nos caixas, evitando assim o tempo maior nas filas de espera", explica.

Raul lembra que no ano passado, quando um dossiê foi produzido pelo Sindicato, as reclamações diminuiram, porém nos últimos meses o percentual voltou a subir, o que mostra que as agências não resolveram o problema. "Durante monitoramento de 40 dias nas filas dos bancos, constatamos que além do tempo de espera exagerado, alguns bancos não disponibilizam acessibilidade, banheiros, entre demais serviços obrigatórios. As denúncias foram aceitas pelo Ministério Público que levou o caso ao Judiciário. Enquanto uma decisão não é tomada, estamos fazendo o possível para garantir que a lei seja cumprida", ressalta.

Segundo ele, os maiores transtornos estão na primeira quinzena do mês, quando os clientes vão até as agências efetuar pagamento ou receber salário. De acordo com o diretor-presidente do Procon de Dourados, Rozemar Marques, mais de 50 processos administrativos movidos pela entidade estão no Judiciário aguardando decisão.

Ele avalia bem a parceria com o Sindicato e diz que diante de irregularidades, vai agir com rigor. Rozemar explica que diante da persistência nas irregularidades, a lei prevê que bancos sejam interditados pelo Procon de forma imediata. "Temos o poder de polícia para multar e até mesmo fechar uma agência irregular. Basta que haja flagrantes", conta.

Segundo Rozemar, um dos principais problemas de Dourados é que muita gente reclama, mas não formaliza as denúncias junto ao Procom. "Por causa disso, este ano registramos apenas cinco denúncias do tipo, o que significaria um problema controlado, ou que atingiria poucas pessoas. Sabemos que não é esta a realidade em Dourados", diz.

Sueli Santana de Araújo, de 32 anos, conta que pensa duas vezes antes de ir ao banco. "Às vezes gasto toda a minha tarde para resolver problemas simples. Houve dias que depois de mais de uma hora na fila desisti de pagar uma conta porque tinha que voltar ao trabalho. Quando consegui efetuar o pagamento paguei multa e juros", relata. De acordo com o Procon, todas as denúncias podem ser feitas pelo serviço 151 em Dourados.