Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 16 de Abril de 2024

Sidrolandia

Biffi defende manutenção da aliança PMDB/PT na disputa da sucessão municipal

PT e PMDB passam por um período de reaproximação depois que em dezembro, o prefeito rompeu com o partido

Flávio Paes/Região News

13 de Junho de 2011 - 18:19

Biffi  defende manutenção da aliança  PMDB/PT  na disputa da sucessão municipal
O deputado federal Ant - Foto: Emmileny Monteiro/Regi

O deputado federal  Antônio Carlos Biffi, que  regionalmente se alinha com o grupo petista liderado pelo senador Delcidio do Amaral, defende  a manutenção da aliança PMDB/PT  na eleição do sucessor do prefeito Daltro Fiúza em 2012. Biffi veio sábado a Sidrolândia participar da entrega do  Centro de Educação Infantil  Sonho de Criança que ajudou a viabilizar  com uma emenda  parlamentar.

Ele entende  que os dois partidos devem reeditar a coligação que garantiu a reeleição do atual do prefeito em 2008  para assegurar a continuidade  do  trabalho desenvolvido  até aqui em favor da comunidade. “Esta parceria tem sido benéfica à população e deve ser preservada”, sustentou o parlamentar na presença de dois  companheiros de partido, o presidente da Câmara, Jean Nazareth e o secretário municipal de Assistência Social, Marcio Marqueti,   que são pré-candidatos declarados à prefeitura na eleição do ano que vem.

O deputado não poupou elogios ao prefeito pelo seu empenho de buscar recursos federais para viabilizar recursos federais para garantir investimentos em obras e projetos.  Em tom de brincadeira Biffi disse que “o Daltro enche o saco, no bom sentido, da bancada federal, pleiteando verbas que bem aplicados, asseguram melhor qualidade de vida à população”.

Além do CEINF o deputado ajudou para garantir os recursos para construção de três escolas na zona rural, nos assentamentos Eldorado, Jibóia e João Batista. Ele se comprometeu com a construção de mais duas unidades escolares nos assentamentos. O presidente da Câmara, Jean Nazareth,  concordou com a manifestação do deputado Biffi e lembrou que os parlamentares petistas asseguram mais de R$ 6 milhões para obras já inauguradas e em andamento na cidade.

PT e PMDB passam por um período de reaproximação depois que em dezembro, o prefeito rompeu com o partido depois da eleição do petista Jean Nazareth para presidente da Câmara, derrotando a vereadora Roberta, indicada por Daltro. O partido perdeu as três secretarias que obteve como parte do acordo fechado dentro da aliança com o PMDB em 2008 e vários dos seus  militantes  foram demitidos dos cargos em comissão.

A pedido do deputado Vander Loubet e do senador do Delcidio do Amaral, o prefeito devolveu ao PT a Secretaria Municipal de Assistência Social, trazendo de volta ao primeiro escalão o professor  Márcio Marqueti.  Os dois indicados pelo vereador Jean Nazareth (Paulo Atílio e Eliane Salvatti) não voltaram aos seus cargos.

Mesmo  assim o presidente da Câmara tem sinalizado sua reaproximação com o prefeito, assumindo a defesa do seu governo no Legislativo,  restabelecendo a maioria parlamentar que perdeu desde o rompimento  em dezembro.