Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 25 de Maio de 2024

Sidrolandia

Bolsa Família não será reajustada

O Progesso

11 de Agosto de 2010 - 08:56

A proposta de Orçamento para o primeiro ano de mandato do sucessor de Luiz Inácio Lula da Silva, que será enviado ao Congresso no final do mês, não prevê reajuste do benefício do Bolsa Família aos 12,9 milhões de famílias a serem alcançadas pelo programa a partir de janeiro de 2011, informou ontem a ministra Márcia Lopes (Desenvolvimento Social).

Atualmente, o benefício é pago a 12,6 milhões de famílias, e a inclusão de mais 300 mil famílias entre dezembro e janeiro já estava programada. Os pagamentos - que variam de R$ 22 a R$ 200, dependendo da renda e do número de crianças e jovens em idade escolar - somarão cerca de R$ 14 bilhões no próximo ano, de acordo com a proposta de Orçamento já encaminhada pelo Ministério do Desenvolvimento Social do Ministério do Planejamento.

Eventuais reajustes de valor do benefício ou aumento da clientela do programa poderão ser feitos já pelo sucessor de Lula por meio de pedido de autorização extra de gastos, destacou Márcia Lopes.