Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 19 de Maio de 2024

Sidrolandia

Braçal é vítima de atentado em Dourados

O agrônomo disse que não possui nenhum inimigo e não sabe os motivos que levaram ao atentado

Correio do Estado

06 de Agosto de 2010 - 14:13

O trabalhador braçal Silvano Castro Ribeiro de 28 anos foi vítima de um atentado na noite de anteontem na periferia de Dourados. Ele estava em casa com a namorada na Rua General Osório no bairro Jardim Itália quando por volta das 21h quatro homens chegaram ao local e dois entraram na casa.

Um deles, que a polícia identificou apenas como Beto, sacou de um revólver e efetuou disparos em direção a Ribeiro que foi atingido por três tiros. Um no tórax, um na mão esquerda e outro, de raspão, na cabeça. Depois de atirar Beto deixou o local em companhia dos outros três homens que o acompanhavam.

A Polícia Militar foi acionada pela namorada de Ribeiro, assim como uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Emergência (Samu). Ele foi encaminhado para o Hospital da Vida onde até o final da tarde de ontem ainda permanecia internado. A PM chegou a deter duas pessoas na região onde ocorreu o crime, mas elas foram levadas por falta de provas.

Carrapó

Já na rodovia MS – 156 em Caarapó o engenheiro agrônomo Mário Sérgio Dias, 48 anos, foi vítima de uma tentativa de homicídio. Ele contou na delegacia de polícia da cidade que é funcionário da Fazenda Campanário e seguia para o local de trabalho conduzindo uma caminhonete GM S-10 quando foi fechado por dois homens que estavam em um VW Saveiro.

Dias afirmou que quando diminuiu a velocidade o motorista do Saveiro fez vários disparos contra ele, fugindo em seguida, mas que os tiros atingiram apenas o veículo. O agrônomo disse que não possui nenhum inimigo e não sabe os motivos que levaram ao atentado. A polícia ainda não tem pistas do autor do crime.