Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 17 de Junho de 2024

Sidrolandia

Bruno raspa cabeça e queima cabelo para fugir do DNA

O amigo dele, Luiz Henrique Romão, também teve os cabelos raspados.

Correio do Estado

29 de Julho de 2010 - 15:08

De acordo com informações da Polícia Civil de Minas Gerais, o goleiro Bruno apareceu de cabeça raspada na manhã desta quinta-feira, no Presídio Nelson Hungria, em Contagem (MG). Os pedaços de cabelo cortados do jogador foram queimados dentro da cela, em frente ao goleiro, para não serem usados como provas de exames de DNA, segunda polícia.

Bruno primeiro pediu para cortar o cabelo na penitenciária usando a máquina 3 (que deixa o cabelo com 10 milímitros de comprimento), mas não ficou satisfeito e decidiu raspar mais, com a máquina 1 (que deixa o cabela com 3 milímetros). O amigo dele, Luiz Henrique Romão, também teve os cabelos raspados.