Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 24 de Junho de 2024

Sidrolandia

Cadeia produtiva do leite se reúne no dia 24 em Mato Grosso do Sul

Stock é pesquisador da Embrapa Gado de Leite, instituição na qual 175 técnicos do Leite Forte foram treinados

Do AgroDebate

20 de Novembro de 2014 - 14:05

A cadeia produtiva do leite em Mato Grosso do Sul se reúne na próxima segunda-feira (24), em Campo Grande. Na programação do evento, que será realizado a partir das 8h, no centro de convenções Rubens Gil de Camillo, estão a apresentação de resultados do programa de incentivo a atividade, entrega de veículos para a iniciativa e ainda palestra com um especialista no setor.

Segundo o Sebrae/MS, um dos parceiros do programa Leite Forte, que foi criado pela secretaria estadual de Desenvolvimento Agrário, da Indústria, do Comércio e do Turismo (Seprotur), o evento será aberto com o “Leite da Manhã”, que busca promover a integração entre os representantes do segmento.

Logo em seguida, haverá uma apresentação dos resultados e do cenário da pecuária leiteira no estado e das ações desenvolvidas por meio do programa Leite Forte, que foi criado em 2012 e tem objetivo de aumentar a produtividade e melhorar a qualidade do leite nos estabelecimentos rurais do estado, especialmente dos produtores da agricultura familiar.

“Trataremos das perspectivas do setor leiteiro. Precisamos ir muito mais longe”, afirma o secretário de Produção do estado, Paulo Engel. Segundo ele, nas últimas décadas Mato Grosso do Sul aumentou de 30 mil para 70 mil o número de pequenos produtores de leite. “Desse total, cerca de 80% têm no produto a sua fonte principal de renda. Este é um segmento que merece todo o nosso respeito e empenho pelas questões econômica e social que representa”, complementa.

Durante o evento, o governo do estado realiza a entrega simbólica de mais 51 veículos que, em breve, serão utilizados na coordenação e assistência técnica do programa. “Com essa frota, totalizaremos mais de 130 veículos disponibilizados para o Leite Forte. Além disso, ao longo de 2014, já entregamos kits de irrigação, ordenhadeiras, resfriadores, notebooks, entre outros equipamentos destinados à execução do trabalho”, afirma o secretário de Produção.

Conforme o Sebrae/MS, o Leite Forte já investiu R$ 40 milhões para estruturar, capacitar e fomentar a cadeia produtiva do leite em Mato Grosso do Sul. O programa já está presente em 70 dos 79 municípios existentes no estado, beneficiando cerca de 4,6 mil produtores.

Ainda durante o evento será realizada a palestra sobre o tema “Lácteos: Cenários e Perspectivas”, que será ministrada pelo especialista em economia agrícola pela universidade de Oklahoma, nos Estados Unidos, Lorildo Aldo Stock.

Stock é pesquisador da Embrapa Gado de Leite, instituição na qual 175 técnicos do Leite Forte foram treinados.