Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 25 de Maio de 2024

Sidrolandia

Cana ocupa 339 mil hectares em MS

Diretor de Negócios de Biopolímeros da gigante de plásticos Braskem, Marcelo Nunes, mostra novas utilizações do etanol.

Correio do Estado

16 de Agosto de 2010 - 16:07

Enquanto ganha espaço entre as potências sucroalcooleiras, Mato Grosso do Sul prepara a quarta edição do evento que marcou seu amadurecimento no setor, o Canasul 2010. Hoje e amanhã, palestrantes e debatedores de peso vão discutir, em Campo Grande, características e tendências da atividade que já ocupa 339 mil hectares no Estado, segundo levantamento da safra 2010/11 da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Neste ano, a operação de 22 usinas será responsável pela produção de mais de 30 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, resultado recorde fruto da expansão de 29%, de acordo com mesmo estudo. A maior parte (21 milhões de toneladas) será transformada em etanol, cada vez mais presente na vida do brasileiro e respeitado no mercado internacional.

O presidente da União da Indústria da Cana-de-Açúcar (Unica), Marcos Junk, abre o ciclo de palestras, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo, no Parque dos Poderes, falando sobre os efeitos da globalização no setor sucroenergético brasileiro. Logo depois, o presidente da Associação dos Produtores de Bionergia de Mato Grosso do Sul (Biosul), Roberto Hollanda, aprofunda a visão do público sobre o mercado regional e a busca pela sustentabilidade na produção.

Diretor de Negócios de Biopolímeros da gigante de plásticos Braskem, Marcelo Nunes, mostra novas utilizações do etanol. Em seguida, o coordenador da Secretaria de Produção e Agroenergia do Ministério da Agricultura, Cid Jorge Caldas, discute o papel do governo federal no desenvolvimento do setor sucroalcooleiro. Werner Semmelroth, da indústria; Ismael Pereira Junior, da Organização de Plantadores de Cana da Região Centro-Sul (Orplana) e Carlos Silvestrin, da Associação da Indústria de Cogeração de Energia (Cogen), fecham a lista de palestrantes do evento.

O Canasul 2010 é realizado pela Comissão Técnica de Bionergia da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul), com promoção do governo do Estado, por meio da Secretaria de Produção e Turismo (Seprotur); Associação dos Produtores de Bionergia de Mato Grosso do Sul (Biosul) e Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul (Fiems). Sebrae, Banco do Brasil e Ministério da Agricultura patrocinam o evento, que tem apoio da Aeams, Crea-MS, OCB-MS e Mútua.