Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 22 de Abril de 2021

Sidrolandia

Cardeal compara homossexuais a famoso Cavalo de Troia

Para Bagnasco, é irresponsável enfraquecer a família ao criarem-se figuras para minar cultural e socialmente o núcleo fundamental do ser humano

Correio do Estado

11 de Novembro de 2014 - 07:08

O presidente da Conferência Episcopal Italiana (CEI), cardeal Angelo Bagnasco, usou nesta segunda-feira (10) uma metáfora para comentar eventuais aberturas da Igreja Católica a homossexuais. As declarações foram dadas durante uma assembleia da CEI em Assis, na Itália.

Segundo ele, gays são "novas figuras" da família e têm o único objetivo de confundir as pessoas, criando uma espécie de Cavalo de Troia, invenção utilizada pelos gregos na Antiguidade para invadir e destruir a cidade homônima.

Para Bagnasco, é irresponsável enfraquecer a família ao criarem-se figuras para minar cultural e socialmente o núcleo fundamental do ser humano. Mas o documento final do encontro do CEI diz que os homens e mulheres com tendências homossexuais devem ser acolhidos respeitosamente.