Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Segunda, 29 de Novembro de 2021

Sidrolandia

Com parcelamento do Previlândia e INSS, Prefeitura garante mais de R$ 1 milhão em emendas e repasses

Ilson Peres, ao destacar o impacto positivo que o parcelamento autorizado pelo Legislativo proporcionou. Todos os recursos das emendas vão para o setor da saúde.

Flávio Paes/Região News

27 de Setembro de 2013 - 07:36

O parcelamento de R$ 1,4 milhão da dívida com o Previlândia o reparcelamento da dívida de R$ 5,5 milhões com o INSS, que a Câmara Municipal aprovou no último dia 2 após um mês de muita polêmica, permitiu à Prefeitura obter a Certidão Negativa de Débitos (CND) da Previdência.

Com esta certidão Sidrolândia garantiu emendas parlamentares que vão assegurar o recebimento de R$ 800 mil e o repasse de R$ 232 mil do Ministério das Cidades para as obras de recapeamento dos corredores do transporte coletivo que estão paradas há três meses quando tinham atingido 70% dos trechos programados.

“Sem o CND a Prefeitura não teria como se habilitar aos recursos das emendas parlamentares”, informa o presidente da Câmara, Ilson Peres, ao destacar o impacto positivo que o parcelamento autorizado pelo Legislativo proporcionou.  Todos os recursos das emendas vão para o setor da saúde.  

O vereador Nelio Paim, que votou contra o parcelamento, intermediou junto ao deputado federal Fábio Trad (PMDB-MS), a liberação de R$ 150 mil. A Secretaria de Saúde destinou os recursos à aquisição de mobiliário, além de equipamentos para as unidades de saúde e dois veículos populares no valor de R$ 68 mil.

Também para equipar e mobiliar as unidades de saúde do Capão Seco, Capão Bonito e Cleide Piram, o deputado federal Luiz Herinque Mandetta (DEM) garantiu R$ 600 mil. A Secretaria Estadual de Saúde vai liberar R$ 50 mil para equipar a UBS do Diva Nantes, ainda em construção. A verba foi viabilizado por emenda parlamentar do deputado Márcio Fernandes, a partir de proposta do presidente da Câmara, Ilson Peres.

O repasse de R$ 232 mil do Ministério das Cidades efetivado no último 12 é  referente a primeira parcela de um convênio no valor de R$ 600 mil que garantiu o recapeamento das ruas que servem de itinerário aos ônibus que fazem o transporte dos funcionários da Seara.