Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 24 de Fevereiro de 2024

Sidrolandia

Começa duplicação da MS-162 com garantia de cascalho e doação de área para acostamento

O início das obras esbarrou na falta de arenito (material de revestimento primário) que só foi resolvido na semana passada.

Flávio Paes - Região News

13 de Novembro de 2017 - 14:36

Finalmente, 80 dias depois de homologada a licitação, começaram nesta segunda-feira as obras de duplicação da MS-162 numa extensão de um quilômetro, entre a rotatória com a BR-060 e o acesso ao complexo de armazenagem da Lar Cooperativa.

O início das obras esbarrou na falta de arenito (material de revestimento primário) que só foi resolvido na semana passada. Foi autorizada a extração de 500 caminhões do material da jazida existente na área onde está sendo implantada uma usina de reciclagem de entulhos da construção civil.

Outra dificuldade que teve de ser resolvida na sexta-feira passada, surgiu de última hora. Quando estava sendo feito o estaqueamento para delimitar o traçado planejado da duplicação, constatou-se que a faixa de domínio da estrada não é suficiente para implantação das duas intersecções planejadas dos acessos ao frigorífico Balbinos e ao complexo de armazenagem da LAR.

Seria preciso avançar 8 metros nas laterais da estrada, já dentro das propriedades da cooperativa e do produtor Osório Straliotto. Houve então uma reunião com Straliotto e dirigentes da LAR que acabaram concordando em doar esta faixa de terra (renunciando a indenização) para que o início da obra não tivesse de ser adiado. Isto aconteceria porque eventualmente o Governo precisaria desapropriar as áreas.