Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 8 de Maio de 2021

Sidrolandia

Controladoria é caminho para o desenvolvimento de ações públicas em MS, afirma Reinaldo

Reinaldo explicou a função do órgão recém-criado e destacou a importância da instituição.

Notícias MS

23 de Fevereiro de 2017 - 09:16

A Controladoria-Geral de Mato Grosso do Sul (CGE-MS) é o caminho para o bom andamento e desenvolvimento das ações públicas do Estado. Com essa afirmação, o governador Reinaldo Azambuja nomeou e empossou nesta quarta-feira (22) o controlador-geral do Estado Carlos Eduardo Girão de Arruda.

Reinaldo explicou a função do órgão recém-criado e destacou a importância da instituição. Segundo ele, a CGE trabalhará pela transparência e combate a corrupção na administração pública estadual. “É um órgão de controle interno e total autonomia, como o Ministério da Transparência e a Controladoria-Geral da União”, pontuou.

O governador pontuou ainda que a Controladoria-Geral de Mato Grosso do Sul será estruturada para servir o Estado, tornando Governo e servidores mais eficientes para melhorar a qualidade dos serviços entregues à população, especialmente nas áreas da saúde, educação e segurança pública.

Controlador-Geral

Carlos Eduardo Girão assumiu a gestão da CGE com a missão de estruturar o órgão. Ele, que tem experiências de gestão no Ministério da Transparência e na Controladoria-Geral da União em São Paulo e em Mato Grosso do Sul, disse que objetiva a implantação de sistemas de proteção ao Estado.

“A gente espera uma Controladoria com ambição de prestação de serviço eficiente, na avaliação de políticas públicas, avaliação dos gastos de Governo e combate ao desperdício, a incompetência e a corrupção. Com isso, esperamos contribuir para propiciar um ambiente ético, transparente e eficiente”, afirmou.

Entre as autoridades que participaram do ato de noemação e posse do novo controlador-geral do Estado estavam os secretários de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel; de Infraestrutura, Marcelo Miglioli; de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck; de Educação, Maria Cecília Amendola da Motta; e de Cultura, Athayde Nery. Estavam ainda presentes o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Júnior Mochi, e o procurador-geral de Justiça do Estado, Paulo Passos.