Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 6 de Maio de 2021

Sidrolandia

Correios encerram nesta semana prazo para adotar cartas ao Papai Noel

Interessados em fazer doação devem ir até um ponto de apadrinhamento para escolher que criança irá presentear.

G1

13 de Dezembro de 2016 - 13:53

Correios encerram nesta semana o prazo para a adoção de cartas enviadas por crianças ao Papai Noel. Os interessados em doar o presente de Natal pedido nas cartas têm até a próxima sexta-feira (16) para ir a um dos 100 locais de leitura dos pedidos e escolher qual irá atender.

A Campanha Papai Noel dos Correios é uma ação corporativa que começou há 27 anos e ocorre nas 28 Diretorias Regionais da empresa. O objetivo do projeto é atender os pedidos de presentes de Natal de crianças em situação de vulnerabilidade social e estimular a solidariedade dos empregados e da sociedade.

A definição de quais pedidos serão atendidos começa com o cadastramento das cartas, quando os funcionários dos Correios abrem e leem cada pedido. Em 2015, das 263.300 cartas recebidas, 96.564 foram cadastradas. Desse total, 55.483 foram adotadas, segundo os Correios.

Depois do cadastramento, os interessados em doar devem ir aos chamados pontos de leitura, onde podem ler várias cartas. Depois de escolher, a pessoa recebe um código, e não o endereço da criança. O doador compra o brinquedo e vai até a agência para postar de graça. Na agência, basta levar o brinquedo e o código que recebeu depois de ler e escolher a cartinha. Os Correios só aceitam brinquedos novos, e o frete não é cobrado.

Pontos de apadrinhamento

Há mais de 100 pontos de apadrinhamento espalhados na Grande São Paulo, Região do Alto Tietê, ABC, Baixada Santista e Vale do Ribeira (área de abrangência da DR/SPM). Entre eles, estão a Casa do Papai Noel, localizada no Prédio Histórico dos Correios (Av. São João, s/nº, Vale do Anhangabaú), e o Espaço do Papai Noel, localizado na Rua Mergenthaler, 592, Vila Leopoldina, na Sede dos Correios na Região Metropolitana de São Paulo.

Nos pontos de leitura, empregados, clientes e pessoas da comunidade podem ler as cartinhas e escolher uma para apadrinhamento. Veja aqui onde estão os pontos de doação.