Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quarta, 22 de Maio de 2024

Sidrolandia

Daltro é o primeiro sidrolandense a conhecer o sistema usado no Censo 2010

Antes de iniciarem ás entrevistas, supervisores do IBGE mostraram ao Prefeito como funcionará o Censo no Município

Thais Bett/Região News

04 de Agosto de 2010 - 07:29

Daltro é o primeiro sidrolandense a conhecer o sistema usado no Censo 2010
Daltro - Foto: Tha

Começou domingo, dia 1º de agosto de 2010, o 12º Censo Demográfico brasileiro. Em Sidrolândia, as entrevistas tiveram início nessa segunda-feira, dia 2 de agosto, e o primeiro cidadão sidrolandense a conhecer o sistema do Censo 2010 foi o Prefeito Daltro Fiúza. Ao longo desta semana e pelos próximos três meses, recenseadores do IBGE percorrerão todo o território municipal, com a tarefa de contar quantos somos e saber como vivemos.

Orientado pelos Agentes Censitários Supervisores Danilo Sena e Reginaldo Gustavo Candia Balbuena, o Prefeito ficou impressionado com a precisão do novo sistema, que atende a recomendações internacionais e trará perguntas capazes de verificar as transformações sociais desde a realização do ultimo Censo, feito no ano 2000. Durante a apresentação, estiveram presentes, também, a Secretária de Desenvolvimento Econômico e Turismo Rosimeire Camilo, o Vereador Prof. Carlos Tadeu e a Presidente da Câmara de Vereadores, Drª Rosângela.

Até 31 de outubro, cada domicílio sidrolandense receberá a visita de um recenseador do IBGE. É a partir das informações coletadas por eles que o município poderá se planejar para os próximos dez anos: elas ajudarão a definir políticas públicas, além de auxiliar a iniciativa privada a tomar decisões sobre investimentos. “É muito importante que todos os sidrolandenses respondam a esses questionários de maneira clara e objetiva, para que possamos trabalhar com recursos e metas equivalentes à nossa real população”, acrescentou o Prefeito Daltro Fiúza.

Para conseguir a imagem mais  nítida possível dos brasileiros e de suas condições de vida, o IBGE conta, acima de tudo, com a colaboração da população, que deve receber bem o recenseador e responder o questionário corretamente. Eles poderão ser identificados pelo uniforme – colete e boné contendo o logotipo do Censo 2010-, pelo equipamento usado na coleta de dados, o PDA, e por um crachá visível no bolso do colete com foto, nome e número de matrícula. O IBGE ressalta que não enviará nenhum e-mail solicitando preenchimento de questionários. Portanto, as pessoas não devem abrir nenhuma mensagem eletrônica supostamente enviada pelo IBGE.  O instituto informa, ainda, que devido à ausência dos moradores em suas casas durante o horário comercial, algumas visitas podem ocorrer no período noturno, nos feriados e nos finais de semana.