Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 23 de Abril de 2024

Sidrolandia

Delcídio abre neste sábado Operação Arara Azul em MS

Assessoria

15 de Julho de 2011 - 16:00

A convite do Ministério da Defesa, o senador Delcídio do Amaral(PT/MS)  abre neste sábado, 16 de julho,  em Corumbá, a Operação Arara Azul, uma ação do Projeto Rondon que este ano , em Mato Grosso do Sul, reúne 159 estudantes e professores universitários de 16 instituições de ensino superior de diferentes estados .

Nas próximas duas semanas eles vão participar de atividades culturais, educativas e de saúde para comunidades carentes de oito municípios sul-mato-grossenses. Delcídio fará a palestra de abertura do evento, as 9h30min, no Centro de Convenções Miguel Gomez.

“Vou fazer uma contextualização social e econômica de Mato Grosso do Sul , com ênfase no Pantanal e adjacências, para ambientar os rondonistas às características da região e dos municípios que participam do projeto. Fiquei muito honrado quando recebi o convite do Almirante Júlio Saboya de Araújo Jorge, secretário de Pessoal, Ensino, Saúde e Desporto do Ministério da Defesa. Participar do Projeto Rondon é muito importante para os estudantes universitários porque além de ajudar as comunidades carentes, eles passam a entender melhor a realidade brasileira e adquirem uma experiência que ajudará bastante na vida profissional. Eu que vivi na Amazônia e no Nordeste no início da minha carreira como engenheiro sei muito bem o que é isso”, afirma o senador.

O Projeto Rondon, coordenado pelo Ministério da Defesa, é um projeto de integração social que envolve a participação voluntária de estudantes universitários na busca de soluções que contribuam para o desenvolvimento sustentável de comunidades carentes e ampliem o bem-estar da população buscando aproximar os estudantes da realidade do País, além de contribuir, também, para o desenvolvimento das comunidades assistidas.

Na Operação Arara Azul deste ano, os estudantes e professores foram divididos em dois grupos. O Conjunto A  vai desenvolver atividades relacionadas a Cultura, Direitos Humanos, Justiça, Educação e Saúde. Já o Conjunto B cuidará da Comunicação, Tecnologia e Produção, Meio Ambiente e Trabalho.