Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 13 de Junho de 2024

Sidrolandia

Delcídio diz que Dilma ganha eleição no primeiro turno

Conjuntura On-line

25 de Agosto de 2010 - 09:20

O senador Delcídio do Amaral afirmou na noite desta terça-feira, 24, que a candidata Dilma Roussef (PT) vai ser eleita Presidente da República no primeiro turno.

“Eu conheci a Dilma em 1993, quando ela era secretária de energia do Rio Grande do Sul, na administração do ex-governador Alceu Colares (que veio de Porto Alegre para participar do comício). Ela é uma mulher forte, competente, boa administradora, aquela que ao longo do mandato do presidente Lula comandou os maiores projetos do governo.

E o povo está reconhecendo isso. Por esse motivo, não tem para ninguém. Em 3 de outubro, Dilma vai ser Presidente da República no primeiro turno”, disse Delcídio no comício organizado pela coligação A Força do Povo em Campo Grande.

Delcídio agradeceu ao presidente Lula, também presente ao comício, os recursos que o governo federal destinou a Mato Grosso do Sul e pediu votos para todos os candidatos da coligação.

“Nunca o governo do estado e os 78 municípios sul-mato-grossenses receberam tanto recursos federais quanto na administração de Lula.

E essa parceria tem que continuar. Por isso, nós temos que eleger Zeca do PT para que ele possa tabelar com a Dilma.E quero pedir voto também para mim, o meu companheiro de chapa Dagoberto Nogueira, e os candidatos a deputado estadual a federal da Força do Povo, porque o Zeca precisa ter uma bancada de apoio forte na Assembléia e a Dilma na Câmara e no Senado”, ressaltou o senador.

Em seu discurso, Dilma destacou a amizade com Delcídio.

“O senador Delcídio Amaral eu conheço há mais de uma década. Viemos da mesma área, energia e petróleo, e ele deu uma grande contribuição ao governo do presidente Lula”, afirmou a candidata.

Lula disse que é muito importante votar nos senadores da coligação A Força do Povo.

“Eu não quero que a Dilma passe pelo mesmo sofrimento que eu passei por não ter maioria no Senado. É por isso que eu quero que vocês votem no Delcídio e no Dagoberto.

É simples. Basta digitar o 138 do Delcídio e depois o 123 do Dagoberto para que a Dilma tenha a tranqüilidade de uma base sólida para governar ”, pediu o presidente.