Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 21 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Deodápolis faz mutirão de combate a dengue

Além de fazer este trabalho de recolhimento de materiais outra equipe atua fazendo panfletagem e informando a população das casas durante o mutirão

MS CIDADES

22 de Janeiro de 2011 - 09:00

Deodápolis faz mutirão de combate a dengue
Deod - Foto: Wilson Amaral/MS Cidades

Com os dias chuvosos e quentes neste início de ano a Secretaria Municipal de Saúde de Deodápolis, juntamente com a Funasa intensificou nesta quinta-feira a campanha de combate ao mosquito da dengue por determinação do prefeito Manoel Martins.

Um mutirão foi formado por diversos agentes de saúde juntamente com a equipe de combate a endemias e percorreram parte da cidade recolhendo nos quintais e terrenos baldios todos os tipos de materiais que poçam acumular água, evitando desta forma à procriação do mosquito da dengue. Além de fazer este trabalho de recolhimento de materiais outra equipe atua fazendo panfletagem e informando a população das casas durante o mutirão.

Um caminhão faz o acompanhamento do mutirão e recebe os materiais recolhidos por onde passa. Segundo o coordenador da FUNASA (Fundação Nacional de Saúde) Edmilson Pereira de Moura “este trabalho é direcionado por áreas que apresentaram maior incidência de casos nos anos anteriores, apesar de estar tranquilo até o momento sem nenhuma notificação de suspeita de dengue,” ressaltou Edmilson.

O objetivo do mutirão é mobilizar e conscientizar a população para que juntamente com a equipe da saúde eliminem os possíveis focos do mosquito da dengue.

Segundo o secretário de saúde Fábio César, o mutirão foi realizado, devido ao clima propício ao desenvolvimento do mosquito da dengue. “Com a mudança de temperatura, a chegada do verão, com as pancadas de chuva quase todo dia, cria-se um ambiente propício à multiplicação do mosquito.

Ele gosta rigorosamente de água limpa, e de calor, estamos fazendo a nossa parte e conclamamos a população, pois se cada um cuidar do seu quintal e alertar o vizinho possivelmente não teremos casos de dengue em nosso município” finalizou o secretário.