Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 28 de Novembro de 2020

Sidrolandia

Depois de 11 dias sem chuva, granizo surpreende douradenses

A Defesa Civil recebeu várias chamadas de casos onde os telhados de amianto não resistiram ao impacto das pedras

Dourados Agora

25 de Agosto de 2014 - 16:32

Uma chuva de granizo que caiu sobre boa parte da cidade de Dourados nesta tarde surpreendeu a população da segunda maior cidade do Estado. Populares tentaram às pressas se abrigar e retirar os carros debaixo da chuva que caia com pedras de até 5 centímetros. Foram registradas ocorrências de granizo em várias partes da cidade. A Defesa Civil recebeu várias chamadas de casos onde os telhados de amianto não resistiram ao impacto das pedras.

Populares foram rápidos em postar nas redes sociais vídeos de todas as partes da cidade. A publicitária Estela Zorzan comentou: “nunca vi isso”. A jornalista Miriam Névola publicou: “Chuva de granizo em Dourados. Pedras enormes. Agora esta bom pra fazer o desafio do balde ecologicamente correto”. O mestrando Marcelo Barbosa comemorou: "Muito louco. Levei pedrada para salvar o carro kkkk (sic)".

Segundo previsão do Cemtec (Centro de Monitoramento de Tempo, do Clima e dos Recursos Hídricos) haveria chuva hoje e amanhã na região sul do Estado em pouca quantidade. Segundo a estação meteorológica da Embrapa, Dourados estava há 11 dias sem chuva e o acumulado de agosto está em 5,4 milímetros. A média para agosto é de 47 milímetros.

Nesta terça-feira deve haver diminuição das temperaturas mínimas na região sul. As máximas em Ponta Porã, Dourados e Rio Brilhante não devem passar dos 20° C. A umidade relativa terá um pequeno aumento no sul e centro do Estado.

Os ventos também chamam a atenção. Característica típica do mês de agosto, as rajadas mais fortes hoje foram registradas às 10h43 e atingiram 41 km/h, na categoria muito forte.

A temperatura máxima nesta segunda-feira em Dourados atingiu 33,5º C logo depois do almoço e a umidade relativa do ar bateu a casa dos 32%.