Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 21 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Depois de ataques, autoridades discutem ações de segurança na fronteira de MS

Segundo a assessoria de imprensa da PRF, medidas de repressão aos crimes da região de fronteira serão discutidas nas reuniões, devido aos ataques ocorridos na última semana.

Campo Grande News

19 de Julho de 2013 - 08:29

Autoridades estaduais e federais de Segurança Pública vão se reunir às 10h de hoje (19) parar discutirem medidas de repressão à criminalidade na região de fronteira de Mato Grosso do Sul. O encontro, que foi motivado depois de ataques a carros de PRFs (Policiais Rodoviários Federais), acontece na sede da Polícia Federal em Naviraí – a 366 quilômetros de Campo Grande.

O GGIFRON (Gabinete de Gestão Integrada de Fronteira) comandará a reunião. Devem participar o secretário de Segurança Pública do Estado, Wantuir Jacini, e responsáveis pela PRF (Polícia Rodoviária Federal), PF, Polícia Militar, Polícia Civil e DOF (Departamento de Operações da Fronteira).

Segundo a assessoria de imprensa da PRF, medidas de repressão aos crimes da região de fronteira serão discutidas nas reuniões, devido aos ataques ocorridos na última semana.

Carros queimados – Dois carros de policiais da PRF foram queimados na última semana depois de os patrulheiros terem apreendido duas carretas e um caminhão lotados de cigarro contrabandeado.

O atentado ocorreu em Mundo Novo, a 476 quilômetros de Campo Grande, na fronteira com o Paraguai. A polícia acredita que a ação foi uma represália por causa da apreensão. A PRF adiantou que uma força tarefa com cerca de 100 policiais está sendo realizada na região para fortalecer as ações de segurança na faixa de fronteira.