Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sexta, 21 de Junho de 2024

Sidrolandia

Depois de matar garota, jovem enviou mensagem à família

O rapaz está foragido desde o último dia 13, quando a adolescente foi assassinada em frente a casa onde ela morava, a facadas, no bairro João Paulo II.

Campo Grande News

23 de Agosto de 2010 - 15:04

A Polícia Civil de Dourados deve entrar até o fim da semana com pedido de prisão preventiva contra Anderson de Oliveira Machado, 20 anos, suspeito da morte da adolescente Idaiane Senna da Costa, 17.

Na última sexta-feira, policiais constataram que Anderson e a família mudaram de endereço.

O rapaz está foragido desde o último dia 13, quando a adolescente foi assassinada em frente a casa onde ela morava, a facadas, no bairro João Paulo II.

De acordo com informações da polícia, o que surpreende no caso é a frieza com que o rapaz cometeu o crime. Ele chegou a enviar mensagens de celular à família da vítima no dia do velório.

“Me desculpe, eu sinto muito, mas vocês que quiseram assim. O certo é o certo e o errado é cobrado”, dizia uma das três mensagens enviadas pelo suspeito, que segundo a policia, tinham a assinatura de Anderson.

No dia do crime, o rapaz chegou a entregar um bilhete à ex-namorada antes de matá-la. A carta, deixada no local após o crime dizia: “Você me matou com a mentira e eu vou te matar com a verdade”.

Anderson morava com a família em uma casa sem número na rua G8, bairro Canaã II, encontrada vazia durante as últimas buscas. No entanto, a polícia acredita que o rapaz não tenha saído da cidade e as rondas continuam pelos locais por onde ele costumava andar.