Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Domingo, 16 de Janeiro de 2022

Sidrolandia

Dia do Índio: Comemoramos todos os anos, no dia 19 de Abril o dia do índio

Osmar Figueiredo - Índio Terena

18 de Abril de 2011 - 15:56

Dia do Índio: Comemoramos todos os anos, no dia 19 de Abril o dia do índio
Dia do - Foto: Marcos Tom

Esta data foi criada em 1943 pelo Presidente Getúlio Vargas, através do decreto nº5540. Para entendermos a escolha de tal data, devemos voltar para o ano de 1940, neste ano foi realizado o primeiro congresso Indigenista Interamericano no País do México.

Além de contar com a participação de várias autoridades governamentais dos Países da América, também foram convidados para esse importante encontro, vários lideres indígenas, porém no primeiro momento não compareceram nos primeiros dias do evento, pois estavam preocupados e temerosos, devido a tanta perseguição e maus tratos causado pelos homens branco.

No entanto, após algumas reuniões e muitas reflexões, diversos líderes resolveram participar, após entenderem a importância daquele momento histórico. Esta participação ocorreu no dia 19 de Abril, que depois foi escolhido no continente Americano, como o dia do índio.

Esta data deve ser um dia de muita reflexão para a nação Brasileira, devemos sempre lembrar para o homem branco que nós ÍNDIOS, já habitávamos esse país quando aqui chegaram os portugueses em 1500, A partir da chegada dos homens brancos a este País, os índios começaram a sofrer um massacre tão cruel, a ponto de quererem acabar com aquela raça que aqui foram encontrados, queriam entender o que os índios falavam, queriam que os índios tornassem escravos, desde então até nos dias de hoje sofremos perseguições e discriminações em todo momento.

O ÍNDIO gosta de liberdade, liberdade esta que hoje não existe mais, não podendo caminhar em seu território, mas que território é este? Pois bém, este também foram arrancados, vivemos confinados e presos a uma situação de miséria, mas temos a esperança de um dia voltarmos a ser feliz e andar livremente em nosso território, pescar caçar, e simplesmente ser feliz.