Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 16 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Dilma deve confirmar hoje Padilha na Saúde

O anúncio antecipado pegou Dilma de surpresa, e fez ela rever sua opção, desmentindo que já tivesse feito a escolha

R7

20 de Dezembro de 2010 - 16:00

A presidente eleita Dilma Rousseff deve anunciar nesta segunda-feira (20) mais nomes para seu ministério. O atual ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, deve ser confirmado como o novo ministro da Saúde.

Inicialmente cotado para permanecer nas Relações Institucionais, Padilha, que é médico, foi a opção coringa escolhida por Dilma para a Saúde após a ministra enfrentar problemas na definição da pasta.

Ainda no início da formação do ministério da petista, o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, anunciou que seu secretário da Saúde, Sérgio Côrtes, havia sido convidado por Dilma – e aceito – ir para o Ministério da Saúde. O anúncio antecipado pegou Dilma de surpresa, e fez ela rever sua opção, desmentindo que já tivesse feito a escolha.

Agora, na reta final da formação do novo governo, um novo nome passou a circular para a pasta: o do ex-ministro Ciro Gomes. Após uma relação turbulenta com Dilma durante a campanha, Ciro já se considerava sem chance de ocupar um posto do primeiro escalão no governo. Dilma, entretanto, passou a procurar o ex-ministro, dizendo que o queria sim, como colaborador próximo.

Os planos de Dilma para Ciro, entretanto, foram na contramão dos desejos dele. Enquanto a presidente eleita planejava recolocá-lo na Integração Nacional, posto que ocupou no governo Lula, ele passou a vislumbrar a possibilidade de assumir a Saúde, que ainda estava sem definição. Dilma decidiu, então, por Padilha. A solução agrada ao PT, que retoma o ministério, atualmente nas mãos do PMDB.

Além de Padilha, devem ser confirmados ainda os novos nome para o Desenvolvimento Agrário, Desenvolvimento Social e Esporte. Nesse ritmo, Dilma deve fechar até quarta-feira os nomes do primeiro escalão de seu governo.