Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 23 de Maio de 2024

Sidrolandia

Em evento da ANJ, Marina defende papel fiscalizador da imprensa

A candidata verde iniciou seu discurso no Congresso da ANJ dizendo que o evento sempre esteve entre seus compromissos de campanha.

Terra

20 de Agosto de 2010 - 13:30

Nesta sexta feira (20), a candidata do PV à presidência, Marina Silva, defendeu a imprensa como um instrumento de fiscalização dos governos."A imprensa deve ser um importante meio de controle social da população sobre os governos, que devem ser transparentes", afirmou Marina em coletiva, depois de participar do 8º Congresso da Associação Nacional de Jornais, no Rio de Janeiro.

Durante seu discurso, a candidata já havia dito que "nenhuma sociedade sobrevive sem três coisas: liberdade, justiça e igualdade. Desde a sociedade indígena mais primitiva até a mais moderna", afirmou.

A candidata verde iniciou seu discurso no Congresso da ANJ dizendo que o evento sempre esteve entre seus compromissos de campanha."Minha participação já estava marcada na agenda. Não vim por questão de conjuntura, mas para reafirmar meu compromisso com a liberdade de imprensa, que é uma conquista para pessoas poderem se expressar."

Na última quinta-feira (19), a candidata do PT à presidência, Dilma Rousseff, esteve presente no evento da ANJ e disse que fez "um esforço" para estar presente e "esclarecer confusões", afirmando ter "compromisso com a liberdade de expressão".

Questionada na coletiva, Marina disse que não se referiu a nenhum de seus adversários, apenas afirmando sua própria postura. Em seguida, a candidata visitou o centro cultural Waly Salomão do grupo AfroReggae, em Vigário Geral, na Zona Norte. Ela assistiu apresentações de música e dança junto com Guilherme Leal, seu candidato a vice. A Natura, empresa da qual Leal é sócio, é uma das empresas mantenedoras do centro.