Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Quinta, 20 de Junho de 2024

Sidrolandia

Em Sidrolândia, Ônibus da Saúde Cassems atende 200 pacientes

Segundo o coordenador do projeto, o oncologista Fabricio Colacino Silva, Sidrolândia é a 17ª cidade de Mato Grosso do Sul a receber o projeto.

Flávio Paes/Região News

18 de Agosto de 2012 - 11:11

Estacionado neste sábado no pátio da Prefeitura, o ônibus da Saúde Cassems atendeu 200 pacientes agendados previamente, sendo 125 encaminhados pelo SUS (Sistema Único de Saúde) e 75 da Cassems, plano de saúde que atende servidores estaduais e municipais.

Uma equipe de 12 profissionais de saúde (entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem), faz consultas ginecológicas, mamografias, exame Papanicolau (prevenção ao câncer de colo de útero) e câncer de pele, além de pequenas cirurgias oncológicas. Nos casos em que houver diagnóstico positivo para câncer, os pacientes serão encaminhados para tratamento no Hospital do Câncer Alfredo Abrão , em Campo Grande.

Segundo o coordenador do projeto, o oncologista Fabricio Colacino Silva, Sidrolândia é a 17ª cidade de Mato Grosso do Sul a receber o projeto que vai percorrer todo o Estado. Só de mamografia estavam agendados 50 exames, atendendo pacientes como pacientes como a professora Helena Maria Martins, que há 24 anos mora no Bairro Cascatinha.

Ele fez o exame de mamografia que há muito tempo foi solicitado pelo médico. “Há muito tempo precisava fazer, mas como o exame é feito só em Campo Grande, sempre acaba adiando, por conta do trabalho. A vinda do ônibus no final de semana,facilita bastante”.

Desde o lançamento do programa, moradoras de várias cidades já foram atendidas pelos profissionais que acompanham o ônibus, e, em muitos casos, essas mulheres nunca haviam realizado um exame preventivo. Esse é o caso da beneficiária Cassems, Enir da Conceição. Com 63 anos, ela nem se lembra a última vez que realizou o exame Papanicolau.

“O tempo vai passando, a gente vai deixando e acabamos não fazendo esses exames tão importantes”, desabafa Enir. Viabilizador do programa, o presidente da Cassems, Ricardo Ayache, explica que a prevenção é o melhor caminho para evitar esse mal. “Este plano de saúde é muito importante nesse processo. A função é tornar possível o que é necessário, e ações como essas são extremamente necessárias para a sociedade”, afirma Ayache.