Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Terça, 26 de Outubro de 2021

Sidrolandia

Empresa citada em processo do MP afirma desconhecer irregularidades

A empresária Vani Muniz da Silva teve o nome de sua empresa, VANI MUNIZ ME arrolada no processo com outras 27

Marcos Tomé/Região News

07 de Abril de 2011 - 16:28

Após veiculação de notícia de que o Ministério Público Estadual (MPE) ofereceu denúncia após conclusão do Inquérito Civil de número 002/2007 onde consta que as empresas prestadores do serviço de transporte escolar recebiam a mais em decorrência da quilometragem inexistente, como também supostas dispensas de licitação pelo município de Sidrolândia.

A empresária Vani Muniz da Silva teve o nome de sua empresa, VANI MUNIZ ME arrolada no processo com outras 27 (vinte sete) empresas. Surpresa com o fato a mesma informa que se manifestará no momento oportuno no inquerito civil informado, e ainda, objetivando esclarecer comentários maldosos sobre supostos beneficios ilicitos e irregulares recebidos pela empresária.

A reportagem do Jornal Eletrônico Região News ouviu a empresária que afirmou não compactuar com tal prática. “Minha empresa prestou serviços a Prefeitura de forma legal, sem haver nenhum tipo de beneficiamento a quem quer que seja, participamos do processo licitatório do tipo, pregão presencial e daí então passamos a prestar tais serviços”, afirma.

Vani disse ainda que sua empresa fazia o transporte escolar no trecho que compreende o Assentamento Alambari/FEF/FAF, num total de 130.8 km diários. O contrato foi celebrado em junho de 2009 e findado em 22 de dezembro de 2009, porém, através do termo aditivo de nº. 01/09, o contrato foi prorrogado por mais um ano, sendo rescindido em 22 de dezembro de 2010.

“Afirmo que nunca recebi a mais ou menos daquilo que havia descrito no processo licitatório, por tanto, estou tranquila para reafirmar meu compromisso com a verdade”, finaliza.