Logomarca

Um jornal a serviço do MS. Desde 2007 | Sábado, 20 de Julho de 2024

Sidrolandia

Encomex Mercosul buscará fortalecer exportações

Esta será a segunda edição do Encomex Mercosul – a primeira foi realizada na cidade de Foz do Iguaçu, em 1997

Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior

30 de Agosto de 2010 - 10:46

Começa nesta terça-feira (31) e prossegue até quarta-feira (1º/9) a segunda edição do Encontro de Comércio Exterior do Mercosul (Encomex Mercosul), no Centro de Eventos da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs), em Porto Alegre (RS).

Esta será a segunda edição do Encomex Mercosul – a primeira foi realizada na cidade de Foz do Iguaçu, em 1997.

O evento visa promover a aproximação entre os governos e a iniciativa privada dos países que constituem o bloco econômico (Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai), na busca de soluções e alternativas para alavancar o comércio exterior.

O Encomex Mercosul 2010 é uma iniciativa brasileira, promovida pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic), em parceria com os ministérios das Relações Exteriores (MRE), Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República (SRI/PR), Confederação Nacional da Indústria (CNI) e Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (Fiergs).

O evento conta com apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal, Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Correios, federações, associações e sindicatos, entre outros.

Assim, o Encomex irá reunir representantes dos setores públicos e privados dos países que compõe o bloco econômico, além de Venezuela - em processo de adesão ao Mercosul - para discutir a importância da cultura exportadora para o incremento das exportações.

Para os dois dias, foi elaborada uma programação com painéis, oficinas setoriais e temáticas voltadas para pequenos e médios empresários e atividades complementares, onde autoridades dos países participantes discutirão assuntos relacionados aos intercâmbios comerciais.

O evento também é voltado para empresários com potencial exportador nas áreas de bens e de serviços.

Abertura

A solenidade de abertura será terça-feira, às 9h, e terá a presença do secretário-executivo do Mdic, Ivan Ramalho, e do secretário de Comércio Exterior do ministério, Welber Barral, além de representantes de diversos órgãos dos governos federal e do Rio Grande do Sul.

O evento ainda contará com a presença da ministra da Indústria da Argentina, Débora Giorgi, do vice-ministro de Relações Exteriores do Uruguai, Roberto Conde, e de representantes do Paraguai e da Venezuela.

Durante o Encomex Mercosul também serão realizadas reuniões da Comissão de Monitoramento do Comércio Brasil-Uruguai; de Promoção Comercial Conjunta do Mercosul; e sobre a participação dos organismos multilaterais na integração produtiva.

Além disso, haverá o seminário internacional: "Mercosul e Integração Regional: Mecanismos de Financiamento para Governos Locais e Regionais"; a Reunião Especializada de Cooperativas do Mercosul e a Mesa Setorial de Integração Produtiva Brasil-Argentina.

Um dos assuntos de destaque será a negociação do acordo entre o Mercosul e a União Européia. Este painel terá como palestrante o diretor do Departamento de Negociações internacionais do Ministério das Relações Exteriores (MRE), Evandro Didonet.

Inscrições

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site do Encomex. Quem preferir, também poderá confirmar a participação no local do evento. Mais de 1.300 pessoas de 21 estados brasileiros e dos países do Mercosul já se inscreveram.